sexta-feira, 6 de Setembro de 2013

Alain Delon está vivo! (e é anti-gay)


O actor francês Alain Delon, está a ser acusado de homofobia depois de ter dito num programa de televisão ao vivo que a homossexualidade "é contra a natureza", e que "os homens foram feitos para amar as mulheres". Delon, actualmente com 77 anos, produziu estas afirmações na segunda à noite no programa 'C à vous', da televisão France 5. Questionado pela apresentadora Anne-Sophie Lapix sobre o que pensava sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo, legalizado em França debaixo de um coro de protestos, o actor afirmou que é "contra a natureza", pediu desculpa e disse não ter nada contra os "gays", mas que "os homens foram feitos para se deitar com as mulheres, e não uns com os outros". A filha mais nova do actor, Anouchka, estava também no programa, e ficou revoltada com as afirmações do pai. A jovem de 22 anos questionou se Delon também não concordava com a adopção por casais "gay", e o actor respondeu que de facto "não quer que eles adoptem, mas não lhe apetecia ficar horas e horas a expôr os seus motivos". Mais tarde na rede social Twitter, Anouchka demarcou-se das afirmações do pai, dizendo que aquela "é apenas a sua opinião, com que não se identifica". O que mais me surpreendende desta notícia não é a homofobia do actor, e muito menos a triste realidade dos dias de hoje, onde mais vale ficar calado se a nossa opinião não se inserir nos rígidos padrões do politicamente correcto, mas o facto de Alain Delon estar vivo! Juro que pensava ter morrido há muitos anos. Delon foi uma celebridade e um "sex-symbol" nos idos anos 60, quando chegou a ser apelidado de "James Dean francês". Como mudaram os tempos, sr. Delon. Ou talvez não...

Sem comentários: