sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Herança pesada


Afinal os netos de Kim Jong-Il, ditador norte-coreano que se tornou no verdadeiro papão do Sudeste Asiático, são bonzinhos, vão à missa e ajudam velhinhas a atravessar a rua. O Ponto Final apurou em reportagem publicada na sua edição de hoje (sensacional!) que os filhos de Kim Jon-Nam, filho mais velho do "querido líder", faziam parte do grupo de escoteiros lusófonos de Macau. Os rapazes levavam a coisa a sério, e a única coisa que não faziam era comemorar o 10 de Junho. Não por qualquer desígnio patriótico, mas simplesmente porque na escola internacional onde estudavam no território o Dia de Camões era dia de escola. Kim Jong-Nam e a família andam desparecidos por motivos de segurança, mas o sucessor natural de Kim Jong-Il já deu a entender várias vezes que não quer saber de sucessões ou poder, e que só quer "viver uma vida normal". É pesada, a herança de Kim Jong-Nam. E os miúdos são mesmo engraçados, pobrezinhos.

6 comentários:

Pobre Invejoso disse...

Cometeu uma incorrecção: os miúdos não são pobrezinhos, são riquinhos.

Anónimo disse...

Outra incorrecção: não anda desaparecido. Ainda a semana passada estava na loja da Hermes no Grand Lapa (MO). Desta vez sem o seu séquito de meninas com quem almoça no privado do restaurante chinês também do Grand Lapa

Leocardo disse...

"Mas as últimas informações davam-no na Tailândia, a passar umas férias, provavelmente para fugir à consoante perseguição que os jornalistas lhe movem".

In Ponto Final

Parece que o RP precisa de contratar aqui o anónimo das 12:47.

Pedro Macau disse...

o nosso leocardo gasta uma nota preta a aquirir os jornais tugas todos pra-nos manter informados...curiosamente esta edição já apareceu online na sexta à noite e depois foi novamente retirada

Anónimo disse...

Dispensava-se a ironia. Eu vi o gajo e agora quer que lhe faça o quê? Continue a comer o que vem escrito na imprensa.

Leocardo disse...

Eu não estava a ser irónico, estava a ser sincero. O leitor tem informação privilegiada, e partilhou connosco.

Cumprimentos