sábado, 11 de julho de 2009

Volta à China


PEQUIM - Cinquenta e três trabalhadores da construção civil foram hospitalizados na quarta-feira devido a uma intoxicação alimentar. Os trabalhadores sofreram de vótimos e diarreia, e tudo porque o arroz que tinham consumido ao almoço foi cozido em água suja, que continha bactérias. O caso foi entregue ao departamento de saúde pública da capital chinesa.

SHAANXI - Cinco homens vestidos de soldados roubaram cabos de telefone, noticiou Xian Eveneing News. Os suspeitos usavam uniformes, tinham documentos falsos e conduziam um jipe com matrículamilitar falsa. Depois disseram aos habitantes de uma aldeia perto de Xian que "estavam em missão militar", roubaram 200 mil yuan de cabos telefónicos e deixaram 500 habitações sem telefone.

ZHEJIANG - Dois monges de Wenzhou foram presos depois de terem roubado centenas de milhar de yuan do seu templo. Em Março último os dois monges foram criticados pelo seu abade por pedirem demasiados dias de férias e por fumarem. Ficaram zangados e roubaram do templo 210 mil yuan e 670 gramas de ouro, enquanto os outros monges rezavam. Foram apanhados alguns dias depois a tentar vender o ouro, e condenados a penas de 11 e 9 anos de prisão, respectivamente.

HUBEI - Os automobilistas utentes de um túnel em Wuhan dizem-se "assustados" com uma mensagem sonora difundida frequentemente que lhes dizia para "acelarar e deixar o túnel". A mensagem dizia ainda que não existia limite de velocidade dentro do túnel, e que os automobilistas deviam sair o mais rapidamente possível. A ideia era aumentar o fluxo de trânsito de modo a evitar congestionamentos, mas os automobilistas temem que o túnel possa entrar em derrocada. A companhia encarregada do túnel diz que vai mudar a mensagem para outra "menos assustadora".

CHONGQING - Um estudante universitário está a ser julgado por ter levado mais de 1500 livros da biblioteca da Universidade desde 2006, sem ter devolvido nenhum. O jovem foi apanhado a roubar livros em Março, e diz que "adora ler, mas não tem dinheiro para comprar livros". Segundo as autoridades, o jovem roubou 1585 livros no valor de 37 mil yuan.

CHONGQING -Um casal foi preso por ter tentado vender os seus três filhos. Em 2002 o casal deu um dos filhos para a adopção e recebeu 4 mil yuan de compensação. Depois tiveram uma rapariga e um rapaz em 2004 e 2005 e depois venderam-nos por 2 mil yuan cada um. Foram detidos em Junho sob a acusação de rapto.

SHANDONG - Um ladrão de Weihai foi apanhado a roubar por mais de cem vezes, mas foi sempre deixado em liberdade. Isto porque o homem é seropositivo, e de acordo com alei chinesa, prisões e centros de detenções não podem manter doentes com SIDA. Depois de ter sido novamente apanhado na segunda-feira, o homem de 36 anos recebeu uma repreensão verbal da polícia e foi posto em liberdade.

JIANGSU - Um homem que praticava carjacking pela primeira vez entrou no carro da vítima, uma mulher, ameaçou-a com uma faca e pediu-lhe para não gritar, pois isso "deixava-o nervoso". A mulher abriu a porta do seu lado e fugiu. O inexperiente e nervoso ladrão foi capturado por transentes, entregue às autoridades e acusado de roubo.

ANHUI - Um casal de Fuyang matou o seu filho e sepultou-o numa das paredes da sua casa. O casal alega que o filho costumava pedir-lhes dinheiro e batia-lhes. Quando tentou agredir o pai com um tijolo em 2007, este reagiu e estrangulou-o até à morte. O casal sepultou-o numa parede de cimento e disse aos vizinhos que ele tinha partido para a cidade em busca de trabalho. As autoridades depararam com o corpo por acidente.

SICHUAN - Uma menina de dois anos sobreviveu à queda de um 21º andar de um prédio em Jianynag na última terça-feira. A menina foi levada pela mãe para visitar o pai, um trabalhador da construção civil, ficou a brincar num piso em construção e depois apareceu nos rés-do-chão com uma perna partida e ferimentos ligeiros. Os pais dizem que amenina caíu em algum lixo que aparou a queda.

SICHUAN - Um ladrão fingiu-se morto durante três horas depois de ter sido apanhado pela polícia em Chengdu, capital da província. O homem que tinha roubado um colar de um transeunte foi cercado por outros cidadãos e atirou-se para o chão, fingindo-se de morto. Durante horas foi saudido e pontapeado, sem que demosntrasse qualquer reacção. Foi depois levado para uma esquadra de polícia, onde um agente viu-o a "pestanejar", desmascarando o ladrão.

6 comentários:

Pedro Macau disse...

almoç faltou um o, e intoxicação alimentar e rara de causa bacteriana, so se fosse por toxinas de uma bacteria, como tuga que e porque nao uma rublica como volta a Portugal em vez da China?

Leocardo disse...

Porque este é o Bairro do Oriente.

Cumprimentos.

Emigrante na China disse...

Volta a Portugal por alma de quem? Não há em Portugal blogues que chegue a falar só sobre coisas de Portugal? Isto há cada um...

Anónimo disse...

oh pedro macau se queres noticias de portugal vai a sites de portugal nao ao site do leocardo,eu venho ao site do leocardo para saber noticias de macau,senão nem punha os pes aqui.acho que o sr leocardo devia por mais noticias de macau e não de outros paises que não interessa nada.a maioria das pessoas que vem aqui é para ver noticias de macau e não de portugal e outros paises

Leocardo disse...

Este é o blogue em toda a blogosfera com mais notícias, comentários e artigos de opinião sobre Macau, factos sobre Macau e a vida de Macau. Quando o comecei no lugar do outro, disse também que ia ser mais generalista, e orgulho-me de publicar e comentar notícias que muitos jornais não comentam. Tenho pena que Macau não seja assim uma cidade tão grande e a pulsar de excitação que não permite um blogue diversificado apenas sobre Macau. Podia optar por fazer um blogue mais político, mas não é essa a ideia. Mas vou tentando o melhor.

Cumprimentos.

Pedro Macau disse...

um facto visto por fora e sempre diferente...dai o interese para os que estao ca.Em relacao a China a motivacao ja reduz...