terça-feira, 22 de abril de 2014

O raio que é um descanso


Conhecem os raios "lazer"? São um feixe de luz e de radiação que, atingindo o seu alvo, provocam-lhe um estado de agradável letargia, ou levam-no a praticar uma actividade da sua preferência, que o leva a esquecer-se do "stress" do dia-a-dia. A última vez que fui atingido por um destes "raios lazer", dei comigo em posição vertical numa esteira, com uma piña colada na mão, um chapéu de palha na cabeça e o oceano Pacífico pela frente. Usado em excesso, especialmente em certos directores de jornais com tendências paternalistas que gostam de apontar os defeitos alheios, e que no limite os leva a chamar os outros de "atrasados mentais", pode ter efeitos secundários graves, como por exemplo dar erros desta natureza no português. O pobre Leocardo, que tantas vezes "não sabe do que fala", não estudou em Coimbra, mas quer humildemente partilhar um pequeno truque para distinguir o "laser" dos raios, do "lazer" de descanso, de ócio: quando pensar em "lazer", pense que tem trabalhado muito, e que lhe está a apetecer ser um pouco "lazy", inglês para preguiçoso, que é com a letra "z". Parece simples, não é? Mais simples que diversificação cultural em Macau, ou mais simples que abrir uma esplanada nos lagos Sai Van. Uma tristeza, realmente, ó "xôtor"...

2 comentários:

El Pepe disse...

Caro Leocardo,

Só para complementar a "gralha" do xotôr, a palavra LASER significa Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation... qualquer leigo poderá "googlar" a palavra e descobrir o seu verdadeiro significado.
E sem precisar de uma licenciatura de Coimbra!

Paulo Oliveira disse...

É uma gralha como qualquer outra. Já vi calinadas bem mais espectaculares aqui no blog!
Não tenho qualquer simpatia pelo senhor que é citado e até tenho bastante para com o Leocardo, mas parece-me um artigo inusitado.