sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Um teste


O advogado Leonel Alves, deputado à AL de Macau, considera que as próximas eleições legislativas em 2009 serão "um bom teste" à população de Macau em aceitar as regras da democracia. Segundo o deputado, se voltar a haver suspeitas de corrupção eleitoral, isso será um bom barómetro para saber se a população está preparada.

Um exemplo prático de alguém que fala de "sociedade" com se não fizesse parte dela. O combate à corrupção eleitoral passa não só pela população, mas pelo governo, a quem compete que hajam eleições livres e justas, e não se verifiquem casos de corrupção eleitoral e compra de votos.

Recordemos que em 2005 elementos da lista do deputado Chan Meng Kam foram acusados e julgados por corrupção eleitoral. Na altura o deputado de Fujian recusou-se a comparecer nos tribunais para prestar depoimento, a cobro da imunidade parlamentar de que usufrui.

Leonel Alves considerou também "pouco saudáveis" os indicadores que dão favoritismo eleitoral a representantes de grandes grupos empresariais. Mas é assim mesmo, em Macau. A política não é deixada aos políticos. De lembrar que o próprio Leonel Alves foi eleito à AL em representação desses mesmos interesses.

2 comentários:

Armando disse...

Gostei do que disse o Dr Leonel Alves. É uma pessoa que sabe o que diz, e sabe quando o deve dizer. Não perde tempo em acusar este ou aquele, preocupa-se é com Macau.

Um Abraço do Armando

Anónimo disse...

Precisão... Leonel Alves foi eleito pelos interesses profissionais e não pelos empresariais.