quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

Benazir Bhutto (1953-2007)


Enquanto a BBC ainda não confirmou a notícia, parece mais que certo. A ex-primeira ministra e actual líder da oposição do Paquistão Benazir Bhutto morreu esta manhã num atentado por bombista suicida. Leia mais aqui, aqui (actualizado) e aqui (em português).

8 comentários:

Anónimo disse...

Estava tão bem no exílio, pq foi voltar para aquela selvajaria?

Anónimo disse...

Mais um/a musulmano/a moderado/a a fazer barulho... Mais um/a musulmano(a moderado/a morto. Viva a tolerancia! Merda de religiao ao serviço da politica.

Armando disse...

Agora ficará para sempre um martir...

Um Abraço do Armando

corrector residente disse...

«Muçulmano»!!! Onde é que o anónimo das 3:33 foi arranjar o «musulmano»???

Anónimo disse...

Ao Sr. corrector residente:

concretamente fui a arranja-lo a Espanha, o meu país, aonde, como sabe, somos todos um pouco mouros por aquilo de Al-Andalus... Peço disculpa pelo erro.

Vitório Rosário Cardoso disse...

Caro Leocardo,

Este acontecimento pouco ou nada tem a ver com religião mas com a luta pela manutenção/perpetuação do poder.

Talvez esta pequena entrevista dada por um amigo meu indonésio, muito amigo de Portugal mas já falecido, possa fazer compreender um pouco como funciona a luta pelo poder na Ásia (Sul e Sudeste, pelo menos):

- http://www.abc.net.au/am/content/2003/s920019.htm

Os serviços de informação a sério detêm sempre uma grande autonomia em qualquer parte do mundo e que por vezes nem os próprios governantes têm mão.

corrector residente disse...

Ao anónimo das 10h40:

Se és o Curro, então aqui vai um abraço amigo de Boas Festas e Feliz Ano Novo.

Anónimo disse...

Sr. Corrector,

Outro para si!