segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Ninguém os cala


Cerca de 22 mil pessoas marcharam ontem em Hong Kong, exigindo o sufrágio universal já em 2012. No final do passado ano o Governo Central anunciou a data de 2017 para a eleição directa do chefe do Executivo na RAEHK, mas para o sector democrático da região vizinha isto não chega. Alguns manifestantes a favor da independência de Taiwan juntaram-se também à marcha.

1 comentário:

Vitório Rosário Cardoso disse...

Recordando aqueles que combateram na Guerra Civil pelo lado dos nacionalistas, exigir independência de Taiwan, é completa traição de todo o sacrifício realizado e princípios, é baixar os braços na luta por uma China Nacionalista.

Segundo este poema, a China não poderá ser outra coisa senão una.

"Lo! The glorious landscape with bountiful goods!
Daughters and sons of Emperors Yan and Huang count as heroes of East Asia!
Do not dismiss yourselves! Do not hold yourselves back!
Further glorify our nation and work towards harmony!
Creating the nation is difficult, so remember our founders!
Maintaining it is not easy either, so do not be short-sighted!
With one heart and one spirit, keep pressing to the goal!
Clear Blue Sky, White Sun, and a Wholly Red Earth!"

http://passaleao.blogspot.com/