quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

27 anos


Só faltou que se abrisse uma bolsa de apostas. Durante todo o dia muitos tentavam adivinhar a pena que seria dada ao ex-secretário Ao Man Long. Alguns mais realistas falavam em "de dez a quinze anos", outros que acreditam que o secretário não está sozinho em tudo isto e que pode compremeter caso diga "toda a verdade" falavam em 4 ou 5 anos. O acórdão foi lido esta tarde e surpreendeu tudo e todos: Ao foi condenado a 27 anos de prisão e 240 mil patacas de multa, considerado culpado de 53 crimes. O colectivo de juízes falou numa "conduta chocante, um caracter predatório e insaciável". O advogado do ex-secretário, Nuno Simões, considera recorrer da sentença, e que a pena foi "demasiado pesada e inesperada, até para a acusação", disse. Veja tudo aqui e aqui.

1 comentário:

joão severino disse...

Caro Leocardo

Coloquei hoje um post no meu blogue sobre uma injustiça que me indignou. A EFACEC colocou um anúncio nas TV's onde em vez de se ver Macau, onde tem uma fábrica, inseriu imagens de Hong Kong. Feio.