segunda-feira, 30 de maio de 2016

Malabarismos (patético...)


Até me dá pena fazer isto, mas...esperem, não é "pena", é mais...já sei: já nem me dá tusa nenhuma fazer isto, de tão fácil que é, mas como reforça o meu ponto de vista e confirma o que eu venho afirmando desde a primeira hora, aqui vai alho. Como podem ver neste artigo publicado HOJE (dia 30) no Blogue do Firehead (estão ver como respeito o direito à reserva do moço? bestial.) o KFC de Inglaterra "deixou de ter papel húmido para limpar as mãos". É exactamente isso que se lê no primeiro parágrafo, e nem dá para interpretar de outra maneira - mas ele com toda a certeza vai encontrar uma forma, como sempre. Bem, só que um pouco mais à frente lemos que o problema "não é recente", pois já em 2014, portanto, há um ano e meio, arrendondando para menos como já vamos  ver, um homenzinho ficou "para morrer" quando se recusaram a dar-lhe uma toalha húmida com álcool para limpar as mãos, e o motivo? OS MUSLOS, BUHH! Sim pá, os gajos não podem ver álcool à frente, que aquilo é como kryptonite para eles! Querem proteger-se dos "muslos"? Então juntem aos chispes que penduram ao pescoço um garrafão de tintol, que podem ou levar numa das mãos, ou quem sabe encharcarem a roupa com o líquido, e aposto que vão ser um sucesso lá na vossa rua.  Agora os "muslos" EXIGEM que se retirem os toalhetes, e em menos de nada quando derem por isso, têm a cabeça fora do corpo (pensando bem, são bem capazes de não "dar por isso" de todo). Agora vamos entrar na na página daquele The Blaze, de onde o delirante jovem manipulou retirou a notícia.


Sim, sim, confere, e é de facto preocupante. É uma "invasão" na iminência de acontecer...desde Setembro de 2014. Pronto, como foi 30 de Setembro, eu deixo-vos dizer "Outubro". E que tal eu ter um acesso de generosidade, e podem ficar com Outubro do ano passado, que não deixa ser completamente estapafúrdio. Até podia ter sido ontem, que era estúpido na mesma, como já vão perceber. Agora, aqui parece que o nosso camarada Firehead fez um trabalho XPTO, está ali tudo, sim senhor, com o tal indivíduo a quem parece que lhe roubaram a namorada a lamentar-se pela falta de uns toalhetes húmidos onde limpar as mãos. Se calhar as casas-de-banho também ofendem os islâmicos, e ele não podia ir lá lavar as mãos em vez de fazer daquilo uma notícia de jornal. Ah mas isso justifica-se, e basta ler O RESTO, que é uma coisa que convém sempre fazer, para saber como as coisas acabam. É como quando vamos ao cinema e o filme nos está a interessar, não vamos embora a meio, pois não? A não ser que estejamos na companhia de uma gaja boa com quem saímos pela primeira vez e ela nos diga de repente "possui-me nos próximos dez minutos, ou nunca mais me possuas". Aí sim, temos uma razão válida. Mas aqui o que me "possui" é a lata de certas pessoas em tentar fazer passar o mundo inteiro por imbecil. Vamos lá então resolver esta m... de uma vez por todas.


E lá está, parece que a ideia de retirar os toalhetes foi de um Firehead qualquer de lá do KFC de Leicester, e além do mais aconteceu apenas em 1 (um) dos 100 KFCs que agora servem refeições Halal. Como sabem o Halal é uma das embirrações do Firehead e do restante gangue das batinas, pois os animais são "sangrados até morrer". No método "correcto" para eles, os animais são informados  "sobre os perigos da islamização e o evento da substituição demográfica" até morrerem de tédio. E galinhas? Dá-se-lhes um tiro, que assim morrem mais depressa! Pimba! Agora vejam como os cléricos islâmicos (ali referidos por "líderes"; deve ser porque vão na frente de uma corrida qualquer, sei lá) dizem-se "ofendidos" com a sugestão parva de que fariam uma exigência desse tipo. Um deles diz mesmo que "é um produto de higiene, não tem mal". O sr. islâmico nem imagina o que vai aqui de precariedade no que toca à higiene mental. Acho que nem mil toalhetes chegavam para tirar o sarro que tapa a superfície. Mas a notícia é originalmente retirada do Telegraph, que sempre é mais fiável que este "Blaze" (que usa o velho truque do "indignar primeiro, que depois não se lê tudo"), e o blogue aqui do pobre jovem iludido nem entra na classificação - é desclassificado.


E aqui está o Telegraph, e gostava de chamar a atenção para a parte onde se dá conta da preocupação da comunidade islâmica com este tipo de acções "bem intencionadas" (estariam a ser sarcásticos, portanto), que podem levar a pensar que os seus elementos fazem "exigências absurdas". A cadeia KFC garante que foi tudo um mal-entendido (ahem), e os toalhetes húmidos foram repostos imediatamente, o que nos leva ao início desta paródia troca-tintas, quando o Firehead nos diz: "o KFC deixou de ter papel húmido para as mãos". Depois do que ficou aqui demonstrado, há apenas um nome para dar a esta afirmação: mentira. Sem ofensa, mas é mentira, e por muitas voltas que se dê, não há outra designação que se lhe possa atribuir. Iá, iá, se calhar "não reparou na data", ou ficou tão excitado com a perspectiva de ter descoberto a pólvora mata-mouros e "não leu a notícia toda", ou está simplesmente a tentar passar toda a gente por burra, de modo a poderem partilhar com ele a animosidade contra uma confissão religiosa inteira que nunca lhe fez mal nenhum, numa "brincadeira" que pode no limite vir a ter consequências nefastas, e pode muito bem atingir gente inocente - just saying. Eu não estou a insinuar ou a sugerir nada, e o Deus dos agnósticos é minha testemunha. Retirem as conclusões que quiserem daí. Eu acho é que a culpa é das más companhias, mas o que fazer? É uma pena, realmente.


De quem não dá para ter mesmo pena nenhuma é deste amputado mental do Ivan Baptista, que além de ser uma cavalgadura completa, ainda se julga o maior, o mais inteligente, e apesar de nem eu nem mais ninguém que ele chateia fazer ideia de como é a sua aparência, aposto que se julga o mais bonito, também. Ali em cima vemos como o careca intelectual do João José Horta Nobre publicou o meu comentário, onde deixo o "link" para o post de ontem, dedicado à sua néscia pessoa - que gentileza! Que ele deve ter mordido os dedos de raiva enquanto espumava pela boca e trepava pelas paredes é outra conversa, mas faço isto sempre com os "contemplados" nos posts, por cortesia, entenda-se. Mas vamos ao que interessa; em baixo vemos o comentário do Ivan Baptriste, que tem o desplante de dizer que eu "faço ameaças" - isto supondo que o "malabarista de circo" a que ele se refere sou eu, e tudo indica que sim, como se pode perceber com aquilo que vem a seguir. Mas antes disso, se é possível descobrir o endereço de IP? É possível e é tão fácil que mete impressão, e pode-se saber através de que página ou link entraram, quanto tempo demoraram, e outros detalhes, como o "browser" que usam, etc. Mas já estou a falar demais, se calhar, e garanto que não há chantagens nenhumas, que não sou da vossa laiazinha de putéfias: mostro ou não mostro, e quando tiver a informação completa e confirmada para lá de qualquer dúvida, podem crer que mostro. Portanto aproveitem agora para escrever todo o merdume que vos der na real gana, que não vou pedir uma pívia mal batida que seja, especialmente de escumalha como vocês. Agora a piada: o Ivan alega que "lhe disseram" que sou "da Função Pública lá do Montijo". Uh uh, e quem lhe disse isto? "Alguém da minha família", com quem "acha que falou". I rest my case. Diagnosis: it's mental, and hopeless. Ah ah ah ah! Bom, agora deixem-me ir dormir, que amanhã tenho que apanhar o avião para ir para o trabalho lá no Montijo, e com alguma sorte só chego umas...20 horas atrasado? LOL.

PS: Outra vez, eu não quero que "me dêem razão" porra nenhuma. Tudo o que eu quero é que as pessoas de bem não vão nestas tangas sem pés nem cabeça. Tenham lá juizinho e deixem os "alógenos" (lol) em paz. E força na verga! 


2 comentários:

Anónimo disse...

A maioria das noticias que circulam na net sobre islâmicos sao mentirosas e oriundas da maquina de propaganda sionista. firehead ,por ser um fanatico ,é apenas vitima da mesmas .
Porem ,A substituiçao populacional atraves da imigraçao + assimilaçao é fato mais que documentado.

Ivan Baptista disse...

O fireHead até pode ser um fanático como tu o dizes.
Mas também tem o seu direito ao contraditório, por enquanto ainda existe essa liberdade .

E quanto a si ó Sr. leocardo, as pessoas de bem não teem o direito de serem chantageadas, intimidadas, censuradas, difamadas e etc.. gratuitamente ou só porque acha que sim.
A diferença do firehead da sua, é que ele discute opiniões,ideias e não pessoas como tu o fazes.
Por minha ignorância( a não ser que sejas do SIS ou outra coisa parecida ), não sei se podes fazer, stalking ou cyberstalking - http://observador.pt/2014/09/04/stalking-cyberstalking-e-casamento-forcado-vao-ser-crimes/

Vê lá , se queres ver a minha conta bancária ou NIB, olha dava-me imenso jeito depositares alguns Euros. É que a minha conta não chega até ao fim do mês, sou sempre um teso , tenho sempre despesas para pagar, infelizmente não tenho é tanta força na verga, e se assim fosse, hoje seria rico.