quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Michel, my belle


As minhas memórias de infância andam destroçadas por estes dias. Fiquei a saber que Michel da Costa, ou simplesmente Michel, foi detido por suspeitas de evasão fiscal e branqueamento de capitais. Um mandato de captura europeu emitido na França levou o Michel aos calabouços, mas este recusa-se a ser extraditado, pelo que por enquanto vai batendo com os queixos na prisão em Portugal. Michel, para quem ainda se lembra, era um chefe de cozinha muito popular na TV portuguesa nos anos 80. Apresentou juntamente ccom António Sala e Carlos Paião o programa de entretenimento dos Sábados à noite "O Foguete", e mantinha alguns programas de culinária. Foi o primeiro chefe português a receber uma estrela da Michelin (um insulto ao imbatível chefe Silva), e na verdade andava desaparecido há algum tempo. Precisei de um nanosegundo para me lembrar quem era o Michel. Pois é assim mesmo, o homem por detrás da imagem é provavelmente um corrupto, um pedófilo ou um facínora. Foi assim com Carlos Cruz e com Paco Bandeira, outros dos icones meus e do querido leitor. Ídolos com pés de barro...

1 comentário:

José Sousa disse...

A minha admiração neste caso foi ele nao ser preso pelo que deve ca em Portugal.
Admiro e respeito o homem que ele é,sempre fui um grande amigo do Michel,mas tambem sei as coisas que fez ao estado Portugues.
Nunca me prreocupei porque mesmo devendo milhares os governos contatavam-no para eventos pagando depois ao filho.Mas ist é Portugal