quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

João José Horta Nobre - a fraude




Como meio de atender aos pedidos de alguns dos MILHARES de leitores do Bairro do Oriente, venho hoje e por este meio atender ao pedido de um deles em particular: João José Horta Nobre, nom de guerre de um paspalho qualquer que tem a mania que é alguém - de que sabe ler, pasme-se. Mas afinal, "quem é João José Horta Nobre?", pergunta que deu nome a uma rubrica neste canal. Então não se vê logo? É este:



...ou "isto". E não está ali tudo? Nome completo, e tese de mestrado em História Contemporânea. Para certas alminhas desorientadas que por aí andam, isto é mais que suficiente para identificar alguém. Esta é a única forma com que o tal João José Horta Nobre se identifica, e portanto, se está ali o nome dele no mestrado, aquela pessoa que está do outro lado do mundo num computador É REALMENTE João José Horta Nobre. Estou a pensar em usar o mesmo truque com a Bíblia, alegando eu ser S. Pedro. Não é que eu queira ficar a conhecer a sua tromba, que se for moldada à medida do que vai naquela cabeça, deve ser medonha de cegar, mas então o que é que me incomoda, aqui? Nada de especial, a não ser...



...isto. Passa-se o seguinte: este energúmeno anda HÁ ANOS a poluir as redes sociais com este esterco literário  a que chama de "blogue", o que leva qualquer pessoa com um encéfalo activo dentro da caixa craniana a questionar: uma pessoa investe aquilo que investe em si, em tempo e dinheiro, para tirar um mestrado, para ir fazer...isto? Esta bosta? Esta tragicomédia sem piada nenhuma é mais grave do que aquilo que aparenta ser! Portanto, um mestre em História Contemporânea, mas que "pipi"! Certamente a pessoal ideal para nos dar umas luzes sobre o que representa, por exemplo, o desaparecimento dessa figura tão pouco consensual que era Fidel Castro. Vamos ver com que perspectiva histórica o "Mestre Nobre" aborda essa temática:




"Este Filho da Puta já Era"; "ainda bem", "todos os comunistas grelhados em fornos e o Mundo seria sem dúvida um lugar mais feliz". Pimba! Ponham já este gajo a dar aulas nas nossas Universidades! Se a ideia deste filtro de fossa séptica era "atacar" os comunistas, julgo que até esses devem ter ficado a pensar: "mas que enormíssimo atrasado mental é este?". Ah, mas querem "História", é? Tomem lá:





Saibam como era a vida dos vossos "bizavós" (sic), que "limpavam-se a uma pedra que fosse macia o suficiente para não abrir feridas no rabo", ou "tomavam banho uma vez por mês no Inverno" - fala por ti, pá! E isto explica muita coisa. Quiçá não será sífilis? E que tal o "activismo" deste "historiador", bem patente nesta entrada:




Certo gerente de certo Hotel descrimina casal alegadamente homossexual, é admoestado pela brincadeira, e aqui este tanso "acha mal". No lugar deste empresário da hotelaria, "desinvestia em Portugal", e "ia montar o Hotel noutro país" - onde supostamente se pudesse descriminar clientela homossexual, talvez o Chade, ou o Iémen, suponho. A culpa de tudo isto é a demasiada interferência do Estado no privado, aquilo que chama de ESTADISMO. Pois. Na frase "Winston Churchill foi um grande ESTADISTA", há que acrescentar-lhe "...o malandro".

Não é só isto que já chega e sobra que me leva a acreditar que este indivíduo é uma enorme fraude. Tudo o que tenho documentado sobre ele nos últimos seria mais que suficiente para que A SER O VERDADEIRO João José Horta Nobre, me viesse calar o bico, bastando para isso identificar-se - algo que, como é mais que óbvio, não é capaz de fazer. Em vez disso faz a "defesa do seu bom nome" através de ameaças de morte dirigidas à minha pessoa, exigindo-me que "apague aquilo que escrevi sobre os NACIONALISTAS. Ena, o "Historiador Nacionalista", que soa assim a algo como o "Ecologista Toureiro". A segunda característica retira todo o encanto que a primeira pudesse levantar.

Ainda não cheguei ao fundo deste assunto porque 1) tem-me faltado tempo, e 2) este tema e este indivíduo metem-me nojo. Prometo, contudo, novidades em breve, uma vez que estou agora em contacto com um dos professores que avaliou a tese de mestrado do verdadeiro João José Horta Nobre. Até breve.







6 comentários:

Anónimo disse...

Hi hi, tem ai boa coisa:https://4.bp.blogspot.com/-m5anwuAMaOk/WFjzW3WToLI/AAAAAAAABPs/TXTWoQeI05wXpWTUg_nhlZqVpb7fITVSwCLcB/s1600/pseudo-historiador_2.png

passando de cristão em pagão, não tem ideia fixa esse pseudo-historiador. ta claro que é uma fraude. dou razão a você.

enraba hortênsias disse...

Esse filho da puta tem de ser filado. Um "historiador" que utiliza a linguagem rasca nos seus asquerosos artigos ? Mas aquilo são artigos ? É cagar pela boca fora. O paneleiro Carvalhana já sabemos quem é, falta esse filho da puta. É que nem os nacionais-socialistas tugas que têm blogs conseguem ser assim tão racistas e desprezíveis como esse filho da puta. Ah Joana Hortênsia Nobre, vais levar com o escovilhão pelo olho da peida adentro que hás-de guinchar noite e dia. Está próximo... quando vires um "muslo" à tua frente, não tentes fugir seu cabrão.

tipiuanga disse...

https://4.bp.blogspot.com/-m5anwuAMaOk/WFjzW3WToLI/AAAAAAAABPs/TXTWoQeI05wXpWTUg_nhlZqVpb7fITVSwCLcB/s1600/pseudo-historiador_2.png

O cara é demais, nem sabe o que ser. Breve, uma autêntica fraude.

tipiuanga disse...

Tem outra ai:

https://4.bp.blogspot.com/-li7-nQDhfX0/WFlMRzy6UrI/AAAAAAAABQM/wU1tjolhiVgbXX2GD-tYaXd7WJartBLlACLcB/s640/Sem%2Bt%25C3%25ADtulo%2B3.gif

Não tem vergonha, palestinos morrendo todos os dias por causa desse sionismo e o cara ainda querendo fazer amigo com ele!

Anónimo disse...

Oh meu caro Leocardo, o que vim eu aqui descobrir!! AHAHAHAHA Nem queria acreditar quando li estas publicações acerca da personagem mais mentalmente depravada, desequilibrada e aberrante que já conheci na vida!! É que apesar de o Leocardo não o conhecer, a avaliação que faz de João Nobre é totalmente acertada, especialmente quando o caracteriza como esquizofrénico. Passo a contar o seguinte: para além de conhecer João Nobre ainda vivi(!) na mesma casa que ele, por isso o Leocardo nem imagina até que ponto o conheço bem. Primeiro que tudo, João Nobre como historiador é uma fraude devido à visão completamente parcial que tem da História, usando tudo o que encontra e investiga para defender posições fascistas contra ideologias de esquerda, especialmente comunistas. Aquele blog, no qual João Nobre passa horas e horas à volta, é o principal escape para a vida miserável em que se fechou. E o blog Historia Maximus reflecte na perfeição a personalidade do seu autor, um tipo gordo e preguiçoso, que é capaz de ficar dias fechado em casa sem socializar com ninguém, mentia aos pais para não ter que sair de Coimbra e voltar prá terra dele, um porcalhão tão grande que era capaz de ter loiça por lavar dentro do próprio quarto por dias a fio, não deitava o lixo fora, cada vez que ia à casa de banho pra tomar um duche parecia que tinha por lá passado um tsunami, e ainda conseguiu incendiar a cozinha da casa porque se tinha esquecido duma panela ao lume!! Mas felizmente essa cena não presenciei porque ainda não vivia com ele nessa casa, graças a Deus... Enfim, este rapazolas é portanto um mentiroso compulsivo, um irresponsável que acha que está tudo mal no nosso país e no mundo, mas que não mexe nem uma palha para fazer algo pro-activo... Um completo apêndice social a precisar de orientação e de levar uma cabeçada na parede para fazer algo decente na vida e parar de destilar ódio contra tudo e contra todos, porque isso é algo que apenas os frustrados fazem. No fundo tenho pena dele, mas não deixa de merecer esta exposição pura e dura que faço dele. É pra ver se aprende de uma vez por todas a fazer algo decente da sua vida.

Anónimo disse...

https://pimbalhadabatatafrita.blogspot.pt/