quinta-feira, 28 de julho de 2011

Férias


E é assim pessoal, deixo-vos este post enquanto saio pela porta de casa. O Bairro do Orienta vai agora de férias e regressa mais ou menos daqui a 10 dias. Boas férias para quem vai de férias, e bom trabalho a quem fica. Aloha!

Vídeo da semana


Aprenda como se faz uma feijoada de marisco, com o Continente Chefe Online.

Tenho uma espada na cabeça, oh oh oh oh


Estas férias de verão serão inesquecíveis pelos piores motivos para o jovem Zhang Bin, um aluno do 9º ano de uma escola em Changsha, Hunan, China. Zhang Bin, que está agora a recuperar no hospital, ficou com uma espada atravessada na cabeça enquanto brincava com os amigos. Sobreviveu como que por milagre, depois dos médicos lhe terem retirada com sucesso a espada de cinco metros que lhe estava espetada na testa. Por sorte a espada não rompeu qualquer nervo ou vaso sanguíneo importante. Zhang Bin diz que foi brincar com três amigos na última sexta-feira, e que uma deles tinha um sabre japonês. Enquanto brincavam, a espada voou das mãos de um dos amigos e espetou-se na sua cabeça. O jovem de quinze anos foi imediatamente levado para o hospital, onde os médicos demoraram quatro horas a retirar a espada. Zhang Bin terá alta em duas semanas.

Grandes emoções no Brasileirão


Agora falemos de futebol a sério. Foi um espectáculo ontem à noite (esta manhã em Macau) no Estádio Urbano Caldeira, em Santos, S. Paulo. O Santos perdeu frente ao campeão Flamengo por, e vejam isto, quatro bolas a cinco! O avançado flamenguista Ronaldinho (lembram-se dele?) foi a figura do encontro ao marcar um "hat-trick", enquanto Neymar bisou pelos santistas. O Santos já se encontrava a vencer por 3-0 aos 26 minutos, mas o Flamengo conseguiu empatar a três ainda antes do intervalo. Neymar ainda deu vantagem para a equipa da casa na segunda parte, antes de Ronaldinho bisar e a dar os três pontos aos cariocas. Pela vossa saudinha, vejam o vídeo. Se gostam mesmo de futebol. E isto ainda não é tudo quanto a emoções na 12ª jornada do Brasileirão. O S. Paulo foi a Coritiba vencer por 4-3(vencia por 4-0 ao intervalo), e o Palmeiras de Scolari foi a Florianópolis bater o Figueirense por uma bola a zero. O Corinthians continua a liderar com 28 pontos, seguida do S. Paulo com 25, Flamengo com 24 e Palmeiras com 22. O Santos curiosamente está em 16º lugar, mesmo acima da linha de água, mas os campeões da Libertadores têm ainda três jogos em atraso.

Carrrrrrega, Benfica! - back in action


O Benfica entrou com o pé direito na época desportiva 2011/2012, ao bater o Trabzonspor por 2-0 em jogo da pré-eliminatória da Liga dos Campeões. Não foi uma tarefa fácil romper a defensiva turca, e o Trabzonspor chegou mesmo a marcar na primeira parte, mas o golo foi anulado. Os adeptos encarnados só respiraram de alívio aos 71 minutos quando o suplente Nolito inaugurou o marcador, e ainda a dois minutos do fim o momento mágico da noite, quando Gaitán faz um golaço que os comedores de kebabes ainda estão a pensar "como é que isto entrou???". O Benfica leva assim uma vantagem de dois golos para o jogo em Trebizonda. Se o Benfica conseguir marcar primeiro, será simplesmente uma viagem de turismo e lazer.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

As más e as boas horas


1) A explosão de ontem no Centro Internacional de Macau foi, como seria de esperar, o maior destaque da imprensa em português do território. Das consequências do incidente ficaram mais que os estilhaços e o entulho: 700 casas ficaram sem electricidade, e 3000 sem comunicações, e serão pelo menos 3 dias para que a CTM resolva o problema. Ficaram expostas muitas das fragilidades de Macau para lidar com situações deste tipo. Não falo dos bombeiros e das restantes autoridades, que ocorreram rapidamente ao local e agiram com conformidade. Mas bastaram 13 botijas de gás (francamente...) para que milhares de pessoas fiquem isoladas do mundo num raio de 2 quilómetros?


2) A Sam-Sam, a panda fêmea mais famosa de Macau fez três anos. Epá ainda parece que foi ontem que nasceu e ainda menos tempo desde que não a conheciamos de lado nenhum. Achei graça à ideia de fazer um bolo de aniversário para o ursídeo, e fiquei comovido com a forma civilizada com que devoraram o bolo. Bem, devoraram, claro, são ursos, mas pelo menos não espatifaram aquilo tudo com as patas enquanto soltavam sonoros rugidos. Enfim, comportaram-se melhor que muitos dos indígenas cá do burgo.

PS: Vou partir de férias amanhã à noite, mas antes disso queria aqui deixar um post sobre a pré-eliminatória da Liga dos Campeões (carrega, Benfica!) e mais dois ou três assuntos que possam merecer destaque. Depois o blogue pára durante mais ou menos duas semanas. Obrigado pela atenção e até amanhã.

Um dia de raiva


lembram-se daquele filme "Um Dia de Raiva", cujo protagonista era interpretado por Michael Douglas? Aqui está uma história mais ou menos parecida. Duas mulheres bloquearam um autocarro em Wuhan, Hubei, como forma de protesto pelo motorista não ter parado na estação certa. Nem o calor tórrido que se fazia sentir as demoveu da frente do autocarro, o que naturalmente atrapalhou uma das principais vias de uma das maiores cidades da China. Uma das mulheres queixava-se que na semana passada esperou 40 minutos pelo mesmo autocarro, mas este "não apareceu". No Sábado viu o autocarro a chegar depois de esperar mais de meia-hora, mas "não parou na estação dela".


Desta vez a mulher resolveu ficar em frente ao frente ao veículo, não o deixando passar, acompanhada da amiga que também se queixa do autocarro escapadiço. O condutor tentou explicar que a rota do autocarro foi alterada há um mês por "razões de conveniência", enquanto os passageiros se queixavam que as mulheres "estavam a fazer uma tempestade num copo de água". Contudo os repórteres que ocorreram ao local repararam que o aviso da mudança de carreira estava apenas afixado na porta do autocarro, e não na estação. As mulheres ficaram ali paradas durante pouco mais de 40 minutos, até serem levadas para casa pela polícia.

Luo Xiying, uma mulher a sério


Ora aqui está uma mulher chinesa quarentona, giraça, trabalhadora e que não precisa de abrir as pernas a ninguém para conseguir os seus intentos. Luo Xiying, de 43 anos, já percorreu 200 mil km em 15 anos a entregar correio a várias aldeias do interior da China. Luo dirige sozinha a estação de correios de Chenfang, província de Jiangxi. Nos últimos 15 anos entregou 500 mil cartas, encomendas, jornais e parcelas sem qualquer atraso aos aldeões.


Não é uma tarefa fácil, pois Chanfeng fica localizado no sopé da montanha Wuyi. Luo, mãe de uma menina de sete anos (irrelevante; não foi concebida com um milionário velho e asqueroso e não lhe trouxe riqueza, antes pelo contrário), pode optar por uma caminhada de 40 km por terrenos íngremes e irregulares, ou uma viagem de 70 km de bicicleta pela única estrada da região. Durante a caminhada a pé Luo sobe aos montes e chega até a atravessar rios com água até ao pescoço! Luo usa as duas alternativas regularmente, e sempre sem incidentes de percurso ou atrasos. Durante o verão faz tanto calor que a nobre carteira chegou a desmaiar. Nem isso a impediu de entregar a correspondência a tempo nas oito aldeias que a esperam todos os dias.


Luo adora o seu trabalho, e às vezes pelo caminho ajuda os aldeões a comprar bens de primeira necessidade. A sua dedicação já lhe fez ganhar vários prémios de "melhor trabalhador postal" em várias categorias (é como os Oscares, só que dos serviços postais da China). Os aldeões naturalmente tratam-na como se fosse família, e Luo tem sempre uma refeição à espera nas casas que avidamente esperam que ela chegue com o tão desejado correio. E Luo diz que sim, é feliz assim neste pequena retribuição de vida que era muito melhor se fosse aplicada por tantos outros em tantos aspectos diferentes da vida. "Eles não vivem sem mim, nem eu sem eles", conclui Luo, em relação à comunidade a que pertence, e que adora.

Para a próxima usa os dedinhos


Uma australiana ficou ferida quando um candeeiro caíu da parede do quarto de hotel onde estava a ter relações sexuais durante uma viagem de trabalho - e agora quer uma indemnização do governo. A mulher sofreu ferimentos no nariz, boca e dentes e ficou mentalmente combalida quando a estrutura de vidro de um candeeiro caíu da parede por cima da cama de uma cama onde estava a ter relações sexuais, segundo o seu advogado. A mulher, uma funcionária pública, estava a passar a noite num hotel rural na véspera de uma reunião, e apresentou o seu caso a um tribunal federal alegando que deve ser indemnizada, uma vez que "estava em missão oficial". O advogado, Leo Grey, disse ao juíz John Nicholas que a mulher sofreu um "acidente normal que pode acontecer em qualquer hotel", e que não necessitava de autorização oficial para ter alguém com ela no quarto. A ComCare, a agência governamental de segurança no trabalho diz que não tem que pagar nada, uma vez que o sexo furtivo que a mulher teve não foi um acidente de trabalho. Andrew Berger, advogado da ComCare, diz que o governo se deve responsabilizar pela comida, dormida e até a higiene pessoal dos funcionários em missão de serviço, mas sexo "não é indispensável".

Em boca cosida não entra mosca


Uma mulher de 57 anos de Taiwan coseu (literalmente) a boca depois de um discussão com a sua nora. A mulher, de apelido Lin, disse que "estava triste com a nora", que a acusava de "se estar sempre a queixar de tudo". Na semana passada as duas tiveram uma acesa discussão e a nora, uma vietnamita de apelido Chen, chamou mesmo a polícia. Chen disse às autoridades que Lin sofria de um distúrbio mental e que se recusava a procurar tratamento. A polícia nada pode fazer, uma vez que a idosa se trancou no quarto, mas precisou de regressar ao apartamento duas horas depois após uma chamada de emergência de Chen. Lá chegados encontraram a vietnamita a sangrar da cabeça, alegando que Lin a atacou com um ferro de passar antes de fugir de casa. Mais tarde a quinquagenária foi encontrada num parque perto de casa, com a boca cosida com dois pontos. A mulher foi mandada para o hospital para descoser a boca, e foi aí que disse que fez isto porque a nora se queixava que ela "falava muito", e por isso "resolveu calar-se". Os médicos não acreditam que Lin tenha feito isto a ela própria, pois os pontos estavam bem feitos e pareciam ter sido trabalho de outra pessoas. A polícia está agora a investigar.

terça-feira, 26 de julho de 2011

Padre Luis Ruiz


Faleceu esta manhã em Macau o Padre Luis Ruiz Suarez, jesuíta, uma pessoa que fazia o bem sem olhar a quem. Confesso que já não me lembrava dele, e pensava que já tinha falecido, mas só hoje recebemos todos a triste notícia do seu desaparecimento aos 97 anos. Um espanhol alegre e sempre bem disposto, que chegou a Macau em 1951 depois de dez anos de trabalho missionário na China, onde foi ordenado sacerdote em 1945. No território português trabalhou junto dos refugiados da China continental, famílias inteiras, e terá recebido cerca de 30 mil. Muitos cresceram e tornaram-se homens e mulheres de sucesso, contribuíndo hoje com donativos para a sua missão. O bom padre diz que "nunca pediu nada, Deus oferecia". Doutas palavras. A partir de 1986 começou a fazer trabalho caritário junto dos leprosos de Guangdong, mais uma vez encontrando dificuldade junto das autoridades chinesas, que ainda viviam de costas voltadas com a Igreja Católica. Citando o próprio Jesus Cristo, o padre pediu "que se não acreditam em mim, acreditem pelo menos na minha obra", e a obra apareceu mesmo: em 2006 já dirigia 145 leprosarias em toda a China, que atendiam 10 mil enfermos. Uma vida cheia e repleta de bem que terminou hoje. Um homem que será sempre recordado com carinho por todo o bem que fez em nome dos pobres, dos refugiados, dos doentes, dos deficientes, de toda a gente que lhe deu a mão que ele estendia. Que descanse em paz.

Bum! Shake da room!


Macau acordou hoje com uma explosão. Eram sete da manhã quando duas bilhas de gás rebentaram num pequeno restaurante de uma das lojas do Centro Internacional de Macau, no ZAPE, um complexo residencial que outrora foi de luxo, e hoje é de lixo. A explosão causou 13 feridos ligeiros em um grave, e danos materiais de monta. O ferido mais problemático ficou soterrado num amontoado de cimento, vidro e metal, e foi retirado consciente pelos bombeiros.

O impacto da explosão estilhaçou todos os vidros à sua volta, quer dos automóveis e autocarros ali perto, quer na estrutura do Hotel Golden Dragon, em frente à loja onde se deu o incidente. O local foi inspecionado o ano passado, e não tinha qualquer tipo de problema. Os bombeiros desconfiam qe a segurança tenha sido descurada. E foi mesmo. Conheço aquele restaurante (nunca lá comi) e é mais um daqueles atascados com meia dúzia de cadeiras onde se faz cozinhação chinesa com bilhas de gás quase até ao tecto. Claro que o calor e a humidade que se fazem sentir em Macau estes dias e a quantidade de merda acumulada neste tipo de cozinhas podem ser uma combinação explosiva.

Quando ouvi a notícia da explosão no noticiário das 8, pensei por um nano-segundo que se tinha tratado de um atentado terrorista. Mas não foi mesmo? Depende do que entendemos por "terrorismo". Para mim terrorismo pode ser deixar material inflamável de um modo negligente colocando em risco a vida de inocentes que tenham o azar de estar a dormir ou ao passar na rua no momento em que aquilo vai tudo pelos ares. É o contrário dos terroristas-bombistas: estes são os terroristas-laxistas, que pensam que a segurança é uma mariquice e que os incêndios só acontecem aos outros. É uma forma de corrupção, até, se formos analisar a fundo. Só que agora não me apetece.

Tenho vindo a protestar (em vão) este tipo de laxismo em Macau. Ele são lojas completamente abandonadas por indivíduos que morreram, fugiram ou mudaram de país, com contas de electricidade dos últimos cinco anos enfiadas debaixo da porta, ondem vivem ninhos de gatos e de ratos. Em Macau dá-se mesmo o caricato de existir um hotel que em tempos foi de luxo, um dos melhores da Ásia, transformado num abrigo de toxicodependentes - claro que falo do Hotel Estoril. A segurança e a saúde pública passam pela responsabilização destes indivíduos que deixam tudo ao deus-dará. É altura de começar a limpar Macau e puxar as orelhas a estes meninos.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Porquê, Noruega?


Quanto mais sei do massacre da última sexta-feira, mais me convenço que a Noruega é um país do terceiro mundo. Pois é, podem ser ricos, podem ter uma qualidade de vida do caraças (mesmo com aquele frio) e podem ser todos gente saudável, bonita e com dentinhos brancos. Mas são tão atrasadinhos que fazem o Biafra parecer um Shangri-La. Com que então este tal de Anders Breivik andou a planear tudo debaixo das barbas norueguesas durante todos estes anos e eles nunca desconfiaram de nada?

Quer dizer, pertenceu a partidos de extrema-direita e depois disso obteve facilmente licença de porte de arma e de caça. Até aqui tudo aparentemente normal para os noruegueses; toda a gente num país com liberdade tem o direito de adquirir artilharia pesada para se dedicar à caça. É um direito irrevogável, mesmo para indivíduos como o Anders Breivik. Comprou uma Glock e uma Ruger Mini-14 semi-automática para "caçar veados". Era o que dizia na licença das armas. Andou ainda tranquilamente pelo resto da Europa a adquirir armamento, e já tinha demonstrado um carácter radical e violento na internet, onde já era conhecido em vários fórums.

Breivik era um cristão fanático, considerava-se "um cruzado", e pertenceu a várias organizações de extrema-direita, e até num partido que o expulsou por ser "demasiado extremista". Deixou um manifesto de 1500 páginas explicando as suas ideias e motivações. Planeava ataques em massa em todo o mundo, e prometia "limpar a Europa dos muçulmanos e dos marxistas até 2083". Já hoje em tribunal foi dizer que o massacre foi "o preço que a Noruega pagou pela imigração massiva". Esta linha ténue entre os noruegueses e o nazismo já tinha sido demonstrada em 2000, quando o Daily Telegraph publicou a história das crianças nazis abandonadas na Noruega, e das suas gerações seguintes.

Como a extrema-direita e o fanatismo religioso têm tudo a ver com agricultura, o jovem tornou-se empresário por conta própria e criou uma empresa de produtos agrícolas, e para tal adquiriu seis toneladas de fertilizante, que usou não nas couves, mas para fazer explosivos. A bomba de 500 quilos de estrume que rebentou em Oslo na sexta-feira foi patrocinada pelo ministério da Agricultura norueguês num qualquer programa de incentivos a jovens agricultores. Parece que todas estas pistas que o pior estava para acontecer não convenceram ninguém, e agora os noruegueses ficam de boca aberta, levam as mãos à cabeça e perguntam "Porquê???". Devem ser mesmo burrinhos, "benzósdeus".

Isto tudo é irrelevante perante a frieza dos números, ou seja, o número de pessoas que matou. Podia ser um gajo muito porreiro e completamente insuspeito mas teria que pagar pelo que fez. Mas na Noruega, essa valente democracia, a pena máxima é de 21 anos de prisão, com direito a soltura ao fim de 10 (!) por bom comportamento. Ou seja, uma das hipóteses é que daqui a dez anos o gajo sai da prisão e começa a III Guerra Mundial. Fala-se contudo de uma "pena de segurança", o que deve querer dizer qualquer coisa como: passa 20 anos na cadeia e depois é internado como maluquinho que é, coitadinho. E mais: terá que ficar "pelo menos 8 semanas em prisão preventiva". Tiro o chapéu à rapidez do sistema jurídico escandinavo, onde oito semanas "é o dobro do normal".

É inevitável fazer comparações com outras democracias e não-democracias onde uma coisa destas acontecesse. Na China, por exemplo, onde isto seria considerado "perfeitamente normal", o indivíduo seria indubitavelmente executado. Mesmo nos Estados Unidos, o supra-sumo das democracias, não se livrara de pelo menos 93 prisões perpétuas - uma por cada das vítimas. Isto se não fosse julgado num estado onde vigora a pena capital. Em qualquer país islâmico nunca se livraria da pena de morte. Na Noruega é que parece que não é bem assim. Se calhar os noruegueses nunca pensaram que "um deles" se tornasse um Bin Laden loirinho e de olhos azuis.

Antes e depois



Afinal a criatura de aparência extra-terrestre encontado na China na semana passada foi finalmente identificado: era uma nicticebo, uma espécie de marsupial semelhante à preguiça que habita na Ásia Oriental. Na China é uma espécie protegida e considerada em vias de extinção. O nicticebo saudável (em cima) é um animal pacífico e adorável, nocturno e que habita normalmente nas árvores, alimentando-se de nozes e insectos e vindo poucas vezes ao solo. O animal em baixo parecia assustador porque sofria de malnutrição grave e enterite, uma infecção intestinal. O nicticebo doente foi encontrado a milhares de quilómetros do seu habitat, e as autoridades suspeitam que terá fugido do seu proprietário, ou de caçadores furtivos que o capturaram algures em Guangxi. Os veterinários suspeitam que o nicticebo teria sido abandonado pelo seu proprietário depois de ter adoecido. O primata é recuperável, e depois disso poderá ser devolvido à origem.

Vítima ou mentirosa?


A emrpregada do hotel em Nova Iorque que acusou Dominique Strauss-Khan (DSK) de violação falou pela primeira vez desde o sucedido. Nafissatou Diallo, 32 anos, acusou DSK de "agir como um louco" e de atacá-la quando ela entrou no quarto. Diallo deu uma entrevista à revista Newsweek e ao canal de televisão ABC, prescindido do seu direito ao anonimato. A guineense diz que DSK surgiu completamente nu da casa-de-banho da sua suite de luxo a 14 de Maio e obrigou-a a ter relações sexuais. Diallo disse à ABC que "quer justiça" e que deseja que o ex-presidente do FMI "vá para a cadeia": "Quero que ele saiba que há coisas em que não se pode usar o dinheiro, não se pode usar o poder quando se faz uma coisa destas". Diallo admitiu que "cometeu erros" ao entrar em contradição no seu depoimento, mas que isso não deve ser razão para a justiça não agir contra o alegado violador. "Nunca gostei de protagonismo, mas agora, por mim, tenho que dar a cara", desabafou. Strauss-Khan, de 62 anos negou todas as acusações. Numa nota publicada depois desta entrevista, os advogados de DSK dizem que esta é uma tentativa desesperada de extorquir dinheiro ao seu cliente. A credibilidade de Diallo ficou seriamente danificada depois dos procuradores do tribunal de Manhattan terem revelado que a emigrante mentiu várias vezes às autoridades. Numa das vezes mentiu sobre a sua situação de refugiada para ganhar asilo político nos Estados Unidos.

Hamilton vence em Nürburgring


O britânico Lewis Hamilton conquistou este domingo o Grande Prémio da Alemanha, somando desta forma o segundo triunfo da temporada, depois da vitória no GP da China. Este é também o segundo triunfo do piloto da McLaren na Alemanha, depois da vitória em 2008, na altura em Hockenheim.

Hamilton foi mais forte numa longa batalha com Fernando Alonso e Mark Webber. O espanhol esteve em primeiro até a seis voltas do fim, mas uma paragem nas boxes atirou-o para o segundo posto, a 3.980 segundos. Webber, por seu turno, foi o terceiro, a quase 10 segundos de Hamilton.

O colega de equipa do australiano, o campeão do Mundo e líder do Mundial Sebastien Vettel, acabou por ser um das desilusões da prova, ao terminar no quarto posto, a quase 50 segundos de Hamilton. Com este resultado, Vettel fica fora do pódio pela primeira nesta temporada.

Massa finalizou no quinto posto e Adrian Sutil foi sexto. Os alemães Nico Rosberg e Michael Schumacher, ambos em Mercedes, ficaram em sétimo e oitavo, respetivamente, ao passo que Kobayashi foi nono e Vitaly Petrov ocupou o última posição pontuável.

Apesar do quarto posto deste domingo, Vettel continua na liderança do Mundial, com 216 pontos, Webber é segundo com 139, enquanto Alonso perde a terceira posição para Hamilton, que tem 134, e o espanhol 130.

In Record

Corinthians perde os três no Brasileirão


E aí está, o Corinthians sofreu ontem a primeira derrota do Brasileirão, ao perder em casa frente ao Cruzeiro por uma bola a zero. Um golaço de Wellyson resolveu a partida aos 55 minutos, e o Corinthians (sem Liedson, lesionado?) perdeu a invencibilidade, mas mantém a liderança da prova após 11 jornadas, com mais seis pontos (!) que o S. Paulo, que não foi além de um empate em casa a dois golos com o modesto At. Goianense. O campeão Flamengo, única equipa ainda imbatível mas com muitos empates, também não foi feliz no seu reduto, ao empatar a um golo com o Ceará, e quem beneficiou com isto foi o Vasco da Gama, que venceu em Minas o At. Mineiro por 2-1 e subiu ao quarto lugar a dois pontos do S. Paulo. Resultados: Corinthians 0-1 Cruzeiro; S. Paulo 2-2 At. Goianense; Flamengo 1-1 Ceará; Fluminense 1-0 Palmeiras; At. Mineiro 1-2 Vasco da Gama; Avaí 1-3 Inter PA; At. Paranaense 2-1 Botafogo; América Mineiro 0-0 Figueirense; Bahia 0-0 Coritiba. O jogo Grêmio-Santos foi adiado para 5 de Outubro. Classificação: Corinthians-28, S. Paulo-22, Flamengo-21, Vasco da Gama-20, Palmeiras-19, Inter PA e Cruzeiro-18.

Uruguai vence Copa America


O Uruguai venceu a Copa America ao derrotar na final o Paraguai por esclarecedores 3-0. O Paraguai tinha chegado à final sem vencer qualquer jogo, mas foi deitado ao tapete com dois golos de Diego Forlan - que tinha andado "desaparecido" neste torneio - e um de Luis Suarez. O benfiquista Maxi Pereira jogou os 90 minutos, o portista Álvaro Pereira foi substituído aos 64, e o também portista Cristian Rodríguez não saíu do banco. O Uruguai venceu a competição pela 16ª vez, e continua recordista, contra os 14 títulos da Argentina e os 8 do Brasil. No jogo para o 3º/4º lugar, disputado no Sábado, o Peru goleou a Venezuela por 4-1, com um "hat-trick" do avançado do Hamburgo, Paolo Guerrero, que assim se tornou no melhor marcador da Copa, com 5 golos.

domingo, 24 de julho de 2011

A golpes de kung-fu (e de cona)


O magnata dos media Rupert Murdoch foi prestar declarações como testemunha perante o parlamento inglês na última terça-feira. Murdoch, um dos homens mais poderosos do mundo, respondia pelo escândalo das escutas telefónicas do jornal News of the World, cujo encerramento abalou a reputação News International, subsidiária da news Corporation, proprietárias do jornal, todas pertencentes a Rupert Murdoch. Isto engloba dúzias de jornais, canais de televisão e internet, um império do caraças, como todos sabemos. Durante a audiência o bilionário quase foi atacado por um desconhecido, provável paladino das vítimas das escutas do NOTW, que tinha à sua espera um tabuleiro cheio de espuma de barbear pronto para lhe esfregar no focinho. Murdoch quase não deu por nada, graças à intervenção da sua mulher, a chinesa Wendi Deng Murdoch, que com um golpe de kung fu espalhou a espuma de barbear pelo chão e pela cara do eventual agressor. Havendo um herói chinês nesta história, a opinião pública do continente, Hong Kong e Taiwan deram relevância ao assunto.

Quem é Wendi Deng Murcoch, afinal? Depois de conhecer a sua história, cheguei à conclusão que é uma mulher que subiu na vida a pulso. Perdão, a pulso não, à conada. Wendi Deng é uma daquelas mulheres chinesas que os mais conservadores consideram não ter qualquer tipo de pudor para alcançar os seus objectivos. Nascida Deng Wengdi (鄧文迪) em Jinan, província de Shandong, em 1968, a pequena Deng começou a viajar desde muito nova, tendo crescido já em Xuzhou, província de Jiangsu. A sua vida começou a mudar e a sua rata começou a trabalhar no final dos anos 80. Em 1987 conheceu um casal norte-americano, Joyce e Jack Cherry, que tinham vindo comprar uma fábrica de frigoríficos na China. Deng pediu-lhes lições de inglês, e mais tarde pediu-lhes patrocínio para estudar nos Estados Unidos, o que viria a conseguir no ano seguinte.

Estudou economia em Yale, tendo conseguido boas notas (não se sabe se a dormir com os professores...), enquanto se tornava amante do seu patrocinador, 30 anos mais velho. A sra. Cherry meteu-a na rua, mas o sr. Cherry foi atrás, casando com a jovem estudante em 1990. Foram felizes os dois durante quatro ou cinco meses, altura em que Deng encontrou um americano com mais potência para satisfazer a sua exigente vulva, um tal David Wolf. Mesmo assim manteve-se casada com o velho durante qause três anos, tempo suficiente para conseguir o tão almejado "green card" que a tornaria cidadã do país onde mais dinheiro se pode tirar do arrendamento da vagina. Depois de Yale arranjou trabalho na Fox TV, e mais tarde um internato na Star TV de Hong Kong, onde a golpes de conada certeiros chegou à posição de executiva-júnior.

Mas Deng Wengdi estava fadada para vôos mais altos, tão altos quanto a lábia (vaginal, entenda-se) a podiam levar. Em 1997 Rupert Murdoch visitou Hong Kong, Deng usou um perfume de cona especial, e o resto é história: casaram em 1999, ele com 68 anos e ela com 30, e têm duas filhas ("herdeiras"). Deng é hoje uma mulher de negócios bem sucedida, e responsável pelos investimentos do marido na China, lidando todos os dias com milhões e milhões de dólares. Basta olhar para a fotografia ali em cima para perceber que são um casal muito feliz, feitos um para o outro. Haja viagra. No fim do dia quando se deita olha para o meio das pernas e pergunta sorrateira: "então diz lá se não valeu a pena?".

Olha que piada...


Mal posso esperar por terça-feira para me livrar daquele separador da TDM que anuncia o próximo episódio daquela pouca-vergonha que é o Estado de Graça. A TDM tem a irritante mania de anunciar os (mesmos) programas ad nauseum, aí umas dez vezes por dias, mas este é especialmente irritante. Nele vemos a histérica da Maria Rueff vestida de rameira com sotaque do norte e Manuel Marques num "black-face", ambos supostamente no personagem do casal Luciana Abreu e Yanick Djaló. Neste sketch miserável vemos a Maria Rueff a imitar a actriz de "Floribella" a tentar pronunciar o nome do marido, e quando desiste vira-se para a mãe e pergunta "Cumé que se chama o preto". Isto além de não ter piada nenhuma é ainda por cima racista. Ninguém se lembrou disso quando escreveu esta merda? Dizem que Portugal é um país tolerante e coiso, mas tenho ouvido muita boca foleira em forma de pseudo-humor contra este casal. Coisas na linha do "sexo interracial", da "jungle-fever" da Luciana e outras parvoíces. Se calhar eles até são quem menos se importa com isso, mas digam lá, que piada tem isto?

Feito em minchi


Um menino de nove anos na China foi raptado, morto, cortado às postas e moído numa máquina de carne, antes de ser atirado a um rio. A polícia deteve três suspeitos que agora enfrentam acusações de rapto e homicídio. O estudante Zhang Shihao conheceu Liu Zhiwei, um adulto, a 2 de Novembro do ano passado em Zhengzhou, capital da província de Henan. Liu pediu Zhang para o acompanhar "a uma loja de brinquedos", onde iria "comprar um yo-yo para a sua sobrinha". O jovem entrou no carro e Liu raptou-o, exigindo depois um resgate de 100 mil yuan à família. Os pais de Zhang informaram a polícia e depois foram ao banco transferir o dinheiro para outra conta. Dois dias depois Liu pediu mais 100 mil yuan, e avisou que não contactassem a polícia. As autoridades avisaram os pais para não transferirem mais dinheiro, uma vez que tudo indicava que o seu filho já estivesse morto, e que tudo não passava de uma manobra para continuar a extorsão. A investigação concluíu que Liu contou com a ajuda de dois cúmplices para levar a cabo o macabro homicídio.

Pai violador condenado no Paquistão


Um paquistanês foi condenado à morte pela violação da sua filha de 15 anos. Khalid Amin ouviu a sentençã do juíz Tahir Khan Niazi num tribunal de Lahore, cidade onde ocorreram os factos. Foi a ex-mulher de Khan, Parveen Bibi, que o denunciou às autoridades, acusando-o de ter violado a filha durante um mês em 2009. Khalid e Parveen divorciaram-se em 2008, ficando as duas filhas e quatro filhos do casal a viver com o pai. A rapariga violada disse em tribunal que o pai a obrigou a ter relações com ela, e "matava toda a família" se ela contasse a alguém. A jovem desabafou com uma prima, que por seu lado contou a Parveen, que depois de questionar a filha avançou com a queixa. Várias pessoas tentaram linchar Khalid, mas a polícia evitou que e execução fosse antecipada. As pessoas chamavam-lhe "selvagem" e exigiam que "fosse enforcado na praça principal, para servir de exemplo".

Clube dos 27


No dia 3 de Julho de 1969, em pleno summer of love, o guitarrista dos Rolling Stones, Brian Jones, é encontrado afogado na sua piscina depois de um dia a consumir drogas e álcool. Jones foi pai aos 17 anos (a namorada tinha 14 e o bebé foi dado para a adopção) e foi co-fundador e guitarrista dos Xutos & Pontapés ingleses. Incorporava tudo daquilo que se veio designar mais tarde por "sex, drugs and rock'n'roll", ou na versão lusitana, "amor, loucura e morte".

Em Setembro do ano seguinte morre Jimmy Hendrix, mítico guitarrista norte-americano, um símbolo da música e da liberdade com um estilo ainda hoje único e inimitável. Hendrix morreu intoxicado no próprio vómito depois de ter misturado álcool com compridos para dormir. No mês seguinte morre Janis Joplin, célebra cantora hippie, com uma overdose de heroína, e em Julho de 1971 morre Jim Morrison, poeta maldito e vocalista dos Doors.

Portanto no espaço de dois anos morre um inglês loirinho, um afro-americano, uma mulher e um norte-americano branco, todos eles músicos. Normal, considerando que se tratava da primeira geração do pós-guerra, uma das poucas em toda a história a viver um período de relativa de paz e prosperidade acompanhados de um progresso fantástico na área da tecnologia e dos audio-visuais. Eram muito criativos, e dados a excessos e loucuras que não estão ao acesso de qualquer um dos mortais.

Contudo estas personagens tinham uma única coisa em comum: morreram com 27 anos de idade! Nasceu então o famoso "clube dos 27", que designa todos os jovens artistas mais ou menos famosos que morrem aos 27. Fico satisfeito por não ter morrido aos 27, famoso ou não, porque essa é uma idade estupidamente trágica para se morrer. Um gajo com vinte e sete anos não sabe nada. É um nésciozinho que ainda não provou umas colheres cheias de realidade agridoce. Enfim, são uns putos que não sabem nada.

O tal "Clube dos 27" terá sido iniciado na realidade pelo guitarrista de blues negro norte-americano Robert Johnson, que morreu em 1938 envenenado por estriquinina de uma garrafa de whiskey aberta que lhe ofereceram. Depois de Jim Morrison, o último membro digno de constar deste reservado clube, morreram mais artistas aos 27 durante os anos 70 e 80, e o único cujo génio e irreverência se aproxima dos quatro referidos terá sido o artista plástico Jean-Michel Basquiat, que incorporava mais ou menos o espírito do "Clube dos 27". Em 1994 o pindérico do Kurt Cobain enconstou uma pistola à cabeça e rebentou os miolos, e há quem sofra de mau gosto musical que o inclua na lista. Eu digo que se rebentou com os miolos é porque queria mesmo morrer, e assim não conta.

Amy Winehouse desaparaceu ontem também aos 27 anos. Duvido que a Amy Winehouse quisesse morrer, mas também já há muito tempo que a rapariga não sabia o que fazia, e isso era uma pena. Quando ouvi Amy Winehouse pela primeira vez parecia Aretha Franklin dos bons velhos tempos, fiquei maravilhado. No entanto não considero que se trate de nenhum génio imortal. Amy Winehouse fez dois discos bons, tem meia dúzia de músicas fantásticas, mas a sua glória é facilmente perecível. Não fica na galeria dos deuses mais do que na galeria de bêbados infelizes que morreram - por acaso - com 27 anos.

Terrorismo e água benta


Agora que se volta a falar de terrorismo e o mundo fica boquiaberto pelo facto de alguém branco, loiro e cristão entrar numa espiral de homicídio e ataques à bomba, gostava de recordar este vídeo dos Gato Fedorento, do tempo em que eram humoristas e não funcionários da MEO. "O General, o Analista e o Gajo de Alfama", da série Fonseca da SIC continua actual como nunca. E a propósito, o que é feito da bomba que só mata gajos com cheiro a chamuça? Se calhar também devia matar gajos com cheiro a bacalhau da Noruega demolhado em água benta.

sábado, 23 de julho de 2011

Morreu Amy Winehouse (1983-2011)


Tentaram levá-la para a reabilitação mas ela disse não, não, não. Amy Winehouse foi encontrada morta na sua casa em Londres de overdose de drogas. Tinha 27 anos.

Contra-Informação



O grupo terrorista Ansar al-Jihad al-Alami diz que o ataque é uma resposta "à presença de forças norueguesas no Afeganistão" e insultos contra o profeta Maomé.

O número de vítimas dos dois atentados ocorridos na sexta-feira na Noruega aumentou para 92 mortos, segundo a polícia norueguesa, citada pela agência de notícias France Presse.

Anders Breivik Behring, 32 anos, é um antigo militante de uma formação de direita, o Partido do Progresso. O suspeito terá sido capturado na ilha de Utoeya.

Mas esperem aí, extrema-direita? Cristão fundamentalista? Bomba? "Tenho vindo a alertar para a crescente cristianização da Europa".

E que tal Super-Autoritário?


A China quer criar o seu próprio super-herói chinês, à medida dos Superman, Spiderman, Incrível Hulk ou Capitão América. O que se procura é um personagem - chinês, claro - com que as audiências asiáticas se possam identificar, mas ao mesmo tempo retendo o charme e heroísmo hollywoodescos. Eric Mika, da Magic Storm Entertainment, diz que "Os asiáticos têm dificuldade em projectar-se nos super-heróis ocidentais, que normalmente representam os americanos. Na China queremos uma imagem que os americanos pensem ser da China". O director acrescenta ainda que "mesmo os filmes ocidentais realizados na China ou com heróis chineses não se identificam com as audiências". A Magic Storm Entertainment, sediada na China, é uma sociedade entre a Ricco Holdings, de Hong Kong e a Stan Lee's Pow! Entertainment. Stan Lee é famoso por ter sido um dos criadores do Spiderman, dos X-Men e do Incrível Hulk.

Lição de fotografia


Uma mulher em Xangai sobreviveu a uma queda de cinco andares depois das janelas terem aparado o que podia ter sido uma morte certa. Dezenas de transeuntes assistiram em horror à mulher não identificada a cair da varanda do seu apartamento, alegadamente depois de alguém a ter ameaçado. As várias janelas abertas no prédio fizeram com que a mulher caísse em espiral, o que provocou um impacto muito menos intenso no chão. Com algumas costelas fracturadas e vários hematomas, a mulher foi levada para o hospital, onde a sua condição é estável. A mulher foi diagnosticada há alguns dias como sofrendo de esquizofrenia. De tudo isto gostava de destacar o fotógrafo, que capturou o momento exacto da queda.

Um macaco do outro mundo (do mundo da fome)


Um macaco careca e com os olhos esbugalhados causou o pânico numa aldeia da China, quando se pensou que era um extra-terrestre. Mao Xiping, uma doméstica, deu o alarme depois de encontrar a criatura esfomeada a roubar pepinos da sua casa, na província de Henan. A mulher disse à polícia que o animal "parecia um extra-terrestre", e era "como algo que nunca tinha visto antes". As autoridades não quiseram acreditar, então a mulher capturou o bicho e levou-o à esquadra dentro de um cesto de roupa. O macaco estava tão faminto que se podiam ver os ossos através da pele, os olhos esbugalhados eram também um efeito do emagrecimento do focinho do animal, e a queda de pêlo deveu-se à falta de vitaminas. O macaco ficou ao cuidado das autoridades de saúde veterinárias de Henan.

Atentado em Oslo



Uma forte explosão na sede do jornal VG, no centro de Oslo (Noruega), obrigou esta sexta-feira à evacuação da sede do Governo. O primeiro-ministro norueguês não estava no gabinete - encontrava-se numa festa da Juventude do Partido Trabalhista na ilha de Utoya, onde, na mesma altura, um atirador (disfarçado de polícia) disparou na direcção do político, situação de que resultaram quatro mortos, embora várias testemunhas apontem no sentido de mais de 20 vítimas.

Jans Stolgtenberg encontra-se agora em local incerto e confirmou que se encontra bem, mas não irá divulgar a sua localização por questões de segurança. O governante afirmou, inclusive, que a "situação é muito séria" e já agendou uma reunião de emergência do executivo.

Fontes oficiais falam da existência de nove mortos e de, pelo menos, 15 feridos, dois em estado muito grave, no somatório dos dois incidentes. Contudo, com o passar dos minutos, tudo aponta no sentido destes números não refletirem com exatidão aquilo que se passou em Oslo.

Entretanto, as autoridades norueguesas já confirmaram que existe uma ligação entre o atentado na baixa e o tiroteio na ilha de Utoya, sendo que o atirador já foi detido. Segundo vários relatos, trata-se de um homem de cerca de 1,90 metros, louro e que fala fluentemente norueguês.

A polícia confirmou, por outro lado, que a explosão no centro da capital foi causada por uma bomba, noticiou a agência norueguesa NTB.

A TV2 afirma que já foram feitas duas detenções e um carro, alegadamente armadilhado, terá sido apreendido no aeroporto no âmbito deste atentado.

A explosão em Oslo partiu vidros em vários prédios na área da baixa da capital norueguesa, espalhando detritos e fumo pelas ruas.

As autoridades pediram aos habitantes e turistas que se encontram em Oslo para permanecerem em suas casas/hotéis até amanhã.

Entretanto, e segundo o "The New York Times", o grupo islâmico Ansar Al Jihad Al Alami reivindicou, em comunicado, a autoria dos ataques terroristas ocorridos.

Depois de inicialmente ter sido veiculado a hipótese de o atentado estar ligado a grupos islâmicos, nomeadamente a Al-Qaeda, novas informações apontam para que se trate de um caso de "terrorismo interno". O autor dos atentados, entretanto detido, deverá mesmo ser norueguês (é loiro, tem 1,90m e domina a língua), tem cadastro e conta ainda com ligações à extrema-direita. Tem 32 anos, de acordo com a TV2.

Reacções

Entretanto, o presidente do Conselho Europeu condenou a "cobardia" do atentado à bomba e os Estados Unidos ofereceram ajuda à Noruega.

"Condeno os actos de cobardia para os quais não há qualquer justificação", declarou Herman Van Rompuy, afirmando, em comunicado, estar "profundamente chocado".

Rompuy acrescentou ter "enviado uma mensagem de condolências e de solidariedade da UE ao primeiro-ministro Jens Stoltenberg e a todo o povo norueguês".

O presidente do Parlamento Europeu, Jerzy Buzek, também condenou o atentado. "A Noruega prestou bons serviços em prol da paz nas regiões mais instáveis do planeta. A última coisa que merece é um atentado terrorista no seu território", declarou.

Também os Estados Unidos condenaram a explosão na zona de edifícios governamentais no centro de Olso e o tiroteio que se seguiu, pouco depois, nos arredores da capital na ilha Utoya. Washington acrescentou estar pronto a fornecer ajuda à Noruega se necessário.

"Condenamos estes atos de violência odiosos", declarou à AFP a porta-voz do departamento de Estado Heide Bronke Fulton.

O presidente da Comissão Europeia dirigiu também uma mensagem de condolências ao primeiro-ministro norueguês, afirmando-se chocado e surpreendido com "um ataque desta magnitude".

"Foi com o maior choque que observei os acontecimentos ocorridos em Oslo esta tarde (...) Um ataque desta magnitude não é algo que se pudesse esperar na Noruega, conhecida por ter paz em casa e levar a paz além fronteiras", escreveu Durão Barroso na mensagem enviada a Jens Stoltenberg e divulgada em Bruxelas.

Apontando que ainda têm de ser conhecidos os detalhes dos eventos, Durão Barroso lamentou que já esteja confirmado que houve mortos e feridos graves, expressando por isso as condolências "às vítimas e famílias deste vil ataque".

Já o presidente francês, Nicolas Sarkozy, apelidou os acontecimentos desta sexta-feira de "inaceitáveis" e apresentou também condolências, tal como o primeiro-ministro britânico, David Cameron, que usou o termo "atroz.

Agências

sexta-feira, 22 de julho de 2011

O que o dinheiro não compra


Cinquenta e três bilionários morreram na China de causas não-naturais deasde 2003, anunciou o "New Culture News", um jornal diário do continente. De acordo com a pesquisa, 15 bilionários foram assassinados, 17 cometeram suicídio, 7 morreram em acidentes, 14 foram executados "de acordo com a lei" e 19 morreram de doenças súbitas. O diário não menciona contudo a idade dos bilionários quando morreram. Existiam no ano passado em toda a China cerca de 60 mil pessoas com uma fortuna avaliada em mais de 100 milhões de yuan (mais de 10 milhões de euros) de acordo com o GroupM Knowledge - Hurun Wealth Report 2011.

Não gostam o tanas


Rebecca Black, a infame cantora que escandalizou com "Friday", a "pior canção de todos os tempos", está de volta com um novo single (?): "My Moment". Esta Justina Bieber da palhaçada, que tem apenas 14 anos, é um caso de sucesso, e este vídeo já teve mais de 12 milhões e meio de visitas desde que foi carregado no YouTube há quatro dias, e tem 188 mil likes e mais de 300 mil dislikes. Quer dizer, esta é a tal "pior cantora do mundo" e já arrasta milhões de visitas para os vídeos que faz - muito mais que muito boa gente que faz música mesmo a sério. Em todo o caso se ouvirem esta música vão verificar que não tem muito de diferente do resto que se faz por aí hoje em dia, e que não justifica a contra-campanha. A Rebecca Black é que fica a ganhar com tudo isto: tem milhões de fãs em todo o mundo.

Hora de ponta


Um casal foi filmado a ter relações sexuais dentro de um carro numa auto-estrada (sim, isto é uma auto-estrada, a Interstate 290) perto de Chicago. As imagens foram capturadas de outro carro através de um telemóvel, e é evidente o entusiasmo da senhora que balança no colo do condutor, que sabe-se lá como, ainda consegue manter a concentração ao volante. Se calhar já está habituado...

Sisters doing it


Duas afro-americanas, uma delas levando um carrinho de bebé, começaram à porrada no metro de Nova Iorque. As duas começam a ficar tão entusiasmadas com a luta que durante uma paragem o carrinho com o bebé lá dentro sai da composição e fica na plataforma da estação. As pessoas tentam chamar a atenção para o facto, mas debalde. A luta eventualmente acaba, a mãe sai da carruagem com o bebé e a outra fica a barafustar. A linguagem é própria de um filme do Spike Lee em início de carreira.

Nacional segue em frente


O Nacional qualificou-se para a 3ª pré-eliminatória da Liga Europa ao bater ontem na Choupana os islandeses do Hafnarfkordur por duas bolas a zero. Os madeirenses, ainda com a falta de ritmo típica do início de época, marcaram apenas na segunda parte, por Luís Alberto aos 55 e Candeias, já no último minuto. O Nacional vai encontrar já na próxima semana os suecos do Hacken para tentar chegar à eliminatória que precede a fase fde grupos. O V. Guimarães também entra nesta eliminatória, e defronta os dinamarqueses do FC Midtjylland.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

É assim Lisboa


Toda a gente conhece a canção "Macau Sã Assi", da autoria de Adé dos Santos Ferreira, celebrizada mais tarde pela Tuna Macaense e recentemente regravada pelos Doçi Papiaçam di Macau. Quando ouvi esta canção pela primeira vez (pela Tuna Macaense) reconheci a música, se bem que na altura não sabia o que era o patuá, e a letra fez-me um pouco de confusão. Recentemente, e por acidente, descobri que o orginal da canção chama-se "É assim Lisboa", e foi interpretada por Milú no filme "Doze luas-de-mel", de 1944. Origem obscura para quem não tem 80 anos ou segue o cancioneiro português dos anos 40 e 50 do século passado (os Xutos deviam ter feito uma versão desta). Infelizmente só consegui encontrar esta versão no YouTube, interpretada pelo transformista Guida Scarlatti num cabaré gay da Caparica, o que nem me incomoda muito, não fosse a péssima qualidade do som. Penso que divulgar esta música seria interessante, e fico à espera que alguém tenha uma versão melhor que possa partilhar. A música todos conhecemos aqui em Macau, mas a letra original é mais ou menos esta:

Telhados velhinhos
e a roupa secar,
escadinhas subindo,
janelas florindo e o
Tejo a cantar.

Varina que passa
e fresca apregoa
e o sol que adora
e um fado que chora,
É assim Lisboa.

Diz-se uma graça na Guia
corre Alfama, Mouraria,
chega logo à Madragoa,

lá vai ela como louca
correndo de boca em boca
pelos bairros de Lisboa,

Dizem que a cidade é grande, vê lá
Mas se é grande não parece,
Na rua constantemente
De Benfica a S. Vicente,
Toda a gente se conhece.


Perdidos e Achados: Onda Choc


A minha irmã mais nova, a mais novinha dos Leocardos, adorava os Onda Choc. Ofereceram-lhe o primeiro disco da banda infantil quando ela fez quatro anos, e foi um ouvir aquilo de trás para a frente todos os dias que nunca mais acabava. Passava os dias a ouvir o disco, acabava o lado A mudava logo para o lado B, e depois de volta ao lado A. Aos fins-de-semana era desde que acordava até quando ia dormir.

O problema é que os Onda Choc lançavam um ou dois discos todos os anos, e ainda as irritantes mini-cassetes, que levavam os Onda Choc atrás de nós mesmo dentro do carro. A banda sonora lá de casa era praticamente só os Onda Choc, o que me levou a comprar uma aparelhagem para o meu quarto e uns tampões de ouvidos para o resto da casa. Isto durou até a minha irmã atingir a idade mental de sete anos, altura para começar a ouvir outras coisas (Beatles, Madonna, Nirvana...), mas mesmo assim nunca me esqueci dos Onda Choc.

Existia ainda outra banda infantil, os Ministars, mas os Onda Choc eram do cunho da cantora Ana Faria, que durante a minha própria infância já nos tinha presenteado com os "Queijinhos Frescos" (fazer isto aos próprios filhos...). Pode-se mesmo dizer que Ana Faria é a raíz de todo o mal. Contudo Ana Faria é a principal ausência deste excelente documentário da SIC, da rubrica "Perdidos e Achados" da SIC, que segue a vida de alguns elementos do grupo até aos dias de hoje.

Os Onda Choc eram constituídos por cerca de uma dezena de jovens que iam sendo substituídos à medida que iam amadurecendo, quais fraldas descartáveis. Eram jovens pré-adolescentes que se vestiam com roupa que a malta catalogava de "betinha", e decalcavam música estrangeira com letras em português, normalmente sobre namoricos de liceu. Não sei a que público isto se dirigia, uma vez que nunca conheci ninguém de liceu nenhum que ouvisse os Onda Choc. Era impensável alguém com mais de dez anos gostar dos Onda Choc.

Se venderam um milhão de discos, de acordo com este documentário, é porque havia pais idiotas que compravam o disco para os filhos. Reparem como os Onda Choc atingiam sempre os tops na altura das férias de Verão ou do Natal. Quem é que queria ouvir versões parvas de músicas estrangeiras? Foram bastante populares até finais dos anos 90, altura em que a ideia se esvazou. Não sei se terá sido por causa dos escândalos de pedofilia que abalaram o início do século em Portugal, e deixou de ser boa ideia ter ali miúdos e miúdas (mais miúdas) de 10 e 11 anos vestidinhos à moda a cantar e a dançar, mas desconfio que sim. Mesmo assim uma excelente reportagem, que vale a pena ver, ou rever.

Dentista-cantor-violador


Um dentista-cantor de Taiwan vai cumprir três anos e meio de prisão por abuso sexual de uma mulher em 2009. Chen Ching-Feng é um dentista de 35 anos mais conhecido pelo nome artístico Chen I-Sheng, um cantor que desde 2008 lançou vários álbums de sucesso na ilha nacionalista. Segundo a imprensa taiwanesa, Chen conheceu a vítima há cerca de quatro anos na internet. Na noite de 7 de Novembro de 2009, a mulher passou a noite na casa do dentista-cantor, depois de tomar comprimidos para dormir. Às cinco e meia da madrugada, Chen acordou a menina, pedindo-lhe para terem relações sexuais. Apesar da recusa, o dentista insistiu, e enfiou-lhe duas brocas, perdão, vibradores na vagina. Devido à dor excruciante e da hemorragia que isto provocou, a menina foi levada ao hospital, onde lhe foi retirada da uretra uma parte de um dos vibradores com sete centímetros de comprimento. Chen tentou convencer os juízes que este forrobodó "foi consentido", e que tudo não passou "de um infeliz acidente", mas não conseguiu. Agora vai cantar e arranjar dentes na cadeia, e quem sabe se lá também há algum tipo de vibradores com que possa brincar.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Geylang Checkers


O blogue Geylang Checker, de Singapura, denuncia homens que frequentam o distrito de Geylang, o "red light district" da cidade-estado, abrindo o debate sobre a fidelidade dos maridos e namorados singaporeanos. A criadora do blogue, uma anónima de origem chinesa, diz ter ela própria exprimentado o amargo sabor da infidelidade masculina, e apronta-se a ajudar evitar "que aconteça o mesmo" às outras meninas românticas de Singapura. A autora diz ter "uma equipa" que a ajuda a fazer o blogue, que publica fotografias e vídeos de homens a frequentar bares e spas de prostitutas, bem como imagens das próprias prostitutas. Existe mesmo um inquérito no lado direito que pergunta "Acha que os homens singaporeanos são fiéis?", com a maioria a responder que "não" ou "não sabe". Métodos à parte, o blogue é bastante visitado, e existe mesmo um fórum por onde passa muita boa dor de corno (é preciso registar-se, penso que não vale a pena). A autora compromete-se a mandar um "dream team" ao distrito de Geylang "se chegar aos 70 comentários no fórum", com vista a denunciar mais homens infiéis. Se a moda pega, isto vai ser uma chatice. Imaginem as meninas de uma versão macaense do blogue a tirar fotografias e a filmar às portas do locais de vício e de pecado da RAEM.

Teje preso, bêbado


Aviso aos bêbados aqui do burgo. Uma mulher de Jining, província de Shandong, não aguentou mais as bebedeiras do marido, e acorrentou-o num baloiço de um parque. Junto do marido, de tronco nu, lia-se numa nota "Não o libertem. Se o libertarem ele vai beber. Obrigado", e ainda lhe deixou um copo, uma garrafa de água e um penico, antes de o abandonar. O homem disse à imprensa que chegava habitualmente bêbado a casa, um hábito que tentou deixar várias vezes, mas sempre sem sucesso. Um dia destes prometeu à mulher que deixava de beber e pediu-lhe desculpa, e logo no dia seguinte chegou a casa inebriado, o que levou a mulher a perder a paciência. A polícia acabou por libertar o homem das correntes. E será que a seguir foi beber?

Nua pelo Yao


O basquetebolista chinês Yao Ming anunciou ontem em Xangai o fim da sua carreira, o que causou alguma angústia entre os chineses, que o consideram um herói nacional. Uma fã ficou tão desolada que resolveu ir protestar completamente nua para o local onde se realizava a conferência. A mulher usava apenas uns sapatos de ténis e tinha um equipamento de basquetebol pintado no corpo, com a palavra "Yao" e o número 11 nas costas. Naturalmente que indumentária tão indiscreta valeu-lhe ser barrada pela segurança, e mais tarde levada para a esquadra para ser identificada e se calhar para lhe darem qualquer coisinha para se tapar. Foi uma pena não a terem deixado entrar. Quem sabe se Yao Ming não mudava de ideia?

Vídeo da semana


Um vídeo português que está a fazer um enorme sucesso no YouTube. Um tal "Guedes" anda de skate a alta-velocidade numa auto-estrada (apesar de não parecer ter muita prática), e no fim dá um valente malho, como seria de esperar. A minha parte favorita é aos 40 segundos, quando o Guedes é quase atropelado por um carro que vem no sentido contrário. 'Ganda Guedes!

Paraguai na final sem uma única vitória


Não é nenhum insólito, mas não é lá muito normal. O Paraguai chegou à final da Copa America sem ter vencido ainda um único jogo. Os paraguaios empataram os três jogos da primeira fase (0-0 c/ Equador, 2-2 c/ Brasil e 3-3 c/ Venezuela. Nos "quartos" bateram o Brasil nas grandes penalidades depois de 0-0 após 120 minutos, e agora fizeram o mesmo com a Venezuela. Curiosamente foi preciso os paraguaios esperarem pela final para jogar contra outra equipa que não uma do Grupo B, onde foram colocados inicialmente. A Venezuela pode-se queixar da sorte, pois teve um golo anulado na primeira parte e uma bola no poste ainda antes do intervalo, e foi sempre mais perigosa durante os 120 minutos de tempo jogado. Na lotaria das grandes penalidades o Paraguai voltou a ser mais feliz, e segue para a final com o Uruguai - uma final completamente inédita. A Venezuela, equipa sensação da prova, terá que e contentar com o jogo para a atribuição do 3º lugar frente ao Peru, no Sábado.

25º FIMM (todos a Hac-Sá!)


Estou com uma tesão enorme pelo Festival de Música de Macau este ano. O FIMM celebra este ano as bodas de prata, e nada como um cartaz especialmente caprichado para celebrar este quarto de século de existência. Macau vai tornar-se num palco de lés a lés, e a ideia de realizar concertos na praia de Hac-Sá é peregrina e muito bem pensada - mas já lá vamos. Em suma, Guilherme Ung Vai Meng está de parabéns e os resultados da sua gestão do Instituto Cultural começam a dar frutos. Assim espero.

Primeiro falemos do lado negativo. Continua por resolver a questão dos bilhetes, e espera-se mais uma surrealista correria às lojas da Kong Seng na madrugada do próximo Domingo, com os habituais revendedores e oportunistas abancados desde as duas da madrugada à espera de açambarcar os melhores bilhetes. Recomendo ao leitor que faça a reserva online (se conseguir, para mim é sempre difícil) ou que passe pela Kong Seng a meio da tarde, quando já não há ninguém e as pessoas normais podem começar a comprar bilhetes. Contudo esqueçam os espectáculos gratuitos limitados aos portadores, pois esses vão ser os primeiros a evaporar. Este ano já sei que não vou poder ver a Academia de Música Antiga de Berlim, os Pequenos Cantores de Tóquio ou o Coro do Teatro Nacional de Opera e Ballet da Lituânia, todos na Igreja de S. Domingos.

O Festival este ano abre logo com um prato forte, o musical "Fame". Fiz um pequeno inquérito de bolso entre os meus colegas e quase nenhum sabe o que é o "Fame", ou conhece sequer a canção de Irene Cara. São muito novos para se lembrarem, e a série inspirada no filme que fez um enorme sucesso em Portugal não atingiu aqui os mesmos níveis de popularidade. Em todo o caso, é um regresso que se saúda, o dos musicais da Broadway, este ano em três sessões, de 7 a 9 de Outubro. A Casa do Mandarim vai também abrir as portas para receber dois espectáculos, um deles gratuito, um recital de música tradicional chinesa no dia 30 de Outubro. Destaque ainda para a actuação de Itzhak Perlman, um dos maiores violinistas de todos os tempos, dia 20 de Outubro no Grande Auditório do Centro Cultural. Os adeptos da ópera, jazz e dos concertos de câmara vão também ficar bem servidos com brassbands, quartetos de cordas e dos outros, e "O Franco-Atirador" ou Der Freischütz no seu título original, a primeira ópera romântica germânica em três actos, e que vai ser exibida a 2, 4 e 5 de Novembro no CC, como encerramento do Festival. Vão ser verdadeiros fogos de artifício.

E perguntam-me agora: "e a malta, Leocardo?". Ora a malta foi este ano especialmente acarinhada pelo IC, e no dia 29 de Outubro vamos ter um serão que promete. A partir das oito da noite, na Praia de Hac-Sá, na ilha de Coloane, vamos ter um triplo concerto de artistas portugueses: o Quinteto António Zambujo, a Rua da Saudade, projecto de quatro magníficas vozes da música portuguesa que interpreta canções de Ary dos Santos, e os Ar de Rock, uma super-banda que inclui o sempre querido Tim, dos Xutos, que já não é estranho a Macau. Vamos esperar que a comunidade portuguesa (e não só) traga a sua alegria e boa disposição à Praia de Hac-Sá, e se ainda estiver calor ainda dá para dar um mergulho de seguida. E já agora espero que a organização não faça disparates, impedindo as pessoas de cantar, dançar, ou pedir-lhes que "desliguem o telemóvel"...na praia.

Veja aqui o programa completo do 25º FIMM.

Feio? Sim...


O Grand Lisboa foi considerado o segundo edifício mais feio do mundo pelo website Virtual Tourist, o que causou a ira do director-executivo da SJM, Ambrose So, noticiava hoje o Hoje Macau. Eu gostava de desvalorizar esta votação, que se realiza todos os anos, e que todos os anos contempla edifícios diferentes em todo o mundo. Mas se querem que eu diga, eu também acho que o Grand Lisboa é feio, sim. Mas isto é só a minha opinião...

Pena de morte para monstro de Wuhan


Zeng Qiangbao deixou as meninas neste estado, e agora levou com uma bala na cabeça

Um homem na China foi condenado à morte por ter mantido duas raparigas presas numa masmorra como escravas sexuais. Zeng Qiangbao, 40 anos, trabalhador de uma fundição de aço em Wuhan, foi condenado por violação, captividade ilegal, roubo e agressão por um tribunal da província de Hubei. Zeng manteve as duas raparigas presas numa masmorra durante 590 e 317 dias, respectivamente, como escravas sexuais, até serem resgatadas pela polícia em 14 de Maio de 2010. De acordo com o procurador, Zeng raptou Hu, de 16 anos, em 16 de Setembro de 2008, levou-o para a cave da sua casa e violou-a. Em 2 de Julho de 2009, Zeng raptou Zhou, de 19 anos, e molestou-a, levando-a para a mesma masmorra onde estava Hu, já num estado lastimável depois de vários meses de abusos. Ambas as raparigas foram brutalmente espancadas e violadas por Zeng. As duas foram salvas em Maio de 2010, depois de um homem de apelido Hu ter encontrado um bilhete numa televisão desmontada, na loja de um electricista. No bilhete lia-se: "Socorro. Estou a ser mantida presa numa cave há um ano", juntamente com um mapa da localização da casa de Zeng, e com o número de telefone de familiares de Zhou, a segunda rapariga raptada. Du ligou para o pai da jovem, que de seguida contactou a polícia.

Sónia Brazão está de volta


A actriz Sónia Brazão, que sofreu um horrível acidente doméstico há um mês e meio, quando uma fuga de gás causou uma explosão na sua casa em Algés, está de volta pelo próprio pé. A actriz deixou o hospital e já está em casa (outra casa, naturalmente; a casa dela explodiu...) junto da família. As primeiras notícias do acidente davam a ideia de que teria sido bastante mais grave, mas Sónia está em óptima forma, e como ela própria referiu nesta primeira entrevista, "sente-se renascida". As sinceras melhoras a uma actriz bonita e talentosa, e que regresse depressa aos palcos.

Foi por trás e à bruta


Em entrevista à revista "L'Express", Anne Mansouret, mãe da jornalista Tristane Banon, alegada vítima sexual de Dominique Strauss-Kahn, admitiu ter, ela própria, feito "sexo consentido" e "brutal" com o ex-diretor do FMI.

Uma menina com qualquer coisa extra


Uma mulher de 22 anos fez história na ciência médica quando lhe foi descoberto um terceiro mamilo...no pé! Pensa-se que este será o primeiro caso deste tipo alguma vez registado. Entre um e cinco por cento da população mundial tem um terceiro mamilo, referido na medicina como "tecido mamário supérfluo", e localiza-se normalmente acima da cintura. O acontecimento mereceu menção no jornal "Dermatology Online". Um dos seus autores escreveu: "Uma mulher de 22 anos procurou ajuda médica para uma lesão no seu pé esquerdo: um mamilo completamente formado, com areola e pêlos. Uma examinação microscópia detectou que se trata de facto de um mamilo, também conhecido por "pseudo-mama". Pelo que sabemos, este será o primeiro caso da história". A paciente tem o mamilo no pé desde que nasceu, nunca teve queixas nem dores, e manteve sempre a mesma forma. Mede agora quatro centímetros de diâmetro. É mais comum encontrar este tipo de condição no peito ou no tronco, mas também já foi encontrado no ombro, na face e até nas ancas.

A velha torta na cara


O magnata dos media Rupert Murdoch era ouvido ontem à tarde por deputados britânicos a propósito do escândalo de escutas telefónicas que levaram ao fim da publicação "News of the World", quando foi atacado por um desconhecido com uma tarte de espuma de barbear. O homem atacou Murdoch pelas costas, o que causou um enorme susto num dos deputados, e provocou a pronta reacção da mulher do magnata. Wendi Deng, que se vê nas imagens a tentar esbofetear o agressor. No fim é possível ver o atacante algemado pela polícia, com a cara ainda suja de espuma.

Uruguai finalista da Copa America


E aí está: o Uruguai é o primeiro finalista da Copa America ao derrotar esta manhã (hora de Macau) o Peru por duas bolas a zero. Os uruguaios, que tinham eliminado a anfitriã argentina, só marcaram na seguna parte, ambos os golos por Luis Suarez aos 53 e aos 58 minutos. A equipa de Maxi Pereira, Álvaro Pereira e Cristian Rodriguez tornou-se assim a super-favorita a ganhar a competição, e espera pelo Paraguai-Venezuela de hoje para conhecer o seu adversário na final.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Perdidos e Achados: Peste & Sida e Censurados


Agora num tom mais ligeiro. Encontrei esta preciosidade no YouTube que queria partilhar com o leitor. Trata-se de um documentário (curto, 20 minutos) da série "Perdidos e Achados" da SIC, transmitido no início do ano. Garanto que fiquei muito comovido com o tema: "Onde andam os Peste e Sida e os Censurados?". Estas duas bandas foram referência na juventude, especialmente os primeiros, que comecei a ouvir em 1986 e nunca mais deixei de acompanhar. É interessante observar as imagens de então e as de agora, e de como os anos de rock'n'roll deixaram a malta toda rota, toda feita num oito. É um anacronismo giro e uma autêntica viagem no tempo até aos finais dos anos 80, essa era de punk, amor e liberdade, todos os excessos do mundo. Oportunidade ainda para recordar temas como "Gingão", "Sol da Caparica" ou "Família em Stress", dos Peste & Sida, ou "Tu ó Bófia" e "Animais", dos Censurados.

Amendoins


Peço desde já desculpa pelo tom negro do blogue de hoje, mas culpem o criador, que alegadamente deixa que tudo aconteça. Posto isto, um bebé de oito meses foi mordido nos genitais por um macaco num parque da China. O menino e a sua irmã de três meses foram com os pais ao Parque Qiangling, em Guizhou. Na altura que a mãe lhe mudava a fralda, um macaco apareceu de repente e agarrou-o pelo rabo. De seguida o macaco arranhou as ancas do menino e mordeu-lhe os genitais. O macaco conseguiu fugir antes que a mãe pudesse reagir ao ataque súbito. O Dr. Zhu, do hospital de Guizhou, diz que o bebé está em condição estável, mas o seu pénis foi severamente mutilado. Mesmo depois da cirurgia de reconstrução, a capacidade do menino vir a ter filhos no futuro está comprometida, uma vez que o seu aparelho reprodutor ficou seriamente afectado. A gerência do parque onde isto aconteceu aceitou pagar os custos médicos.

Chupa e c(o)ala a boca


O bebé violentado

Uma enfermeira na China colou uma chucha na boca de uma bebé com fita adesiva, para "fazê-la parar de chorar". A mãe da criança descobriu isto através das marcas vermelhas na pele do bebé à volta dos lábios. Ruirui, de mês e meio, foi admitida num hospital em Xinxiang, província de Henan no início do mês devido a uma infecção pulmonar. Uma semana depois a mãe foi buscar a criança, e ficou chocada ao aperceber-se que a filha tinha pedaços de pele arrancada à volta dos lábios, e pediu explicações ao hospital.


Fan Jusheng e Shang Jianjian, que acham que têm razão

A enfermeira Shang Jianjian disse que as marcas foram provocadas por fitas de celofane, que usou para colar a chucha na boca do bebé - e depois disto ainda demonstrou como fez, em frente aos repórteres que acompanharam a mãe queixosa ao hospital. O vice-director do hospital, Fan Jusheng, alega que o método é uma nova técnica para fazer os bebés pararem de chorar, e "é utilizado nos maiores hospitais de Pequim e Xangai". Contudo uma pediatra de Xangai negou que um método deste tipo fosse alguma vez utilizado numa pediatria digna desse nome.

Matou os pais e deu uma festa


Um rapaz de 17 anos é acusado de ter morto os pais à martelada, e depois convidar dúzias de amigos para uma festa, enquanto os corpos jaziam no quarto. Tyler Hadley, de Port St. Lucie, Florida, é acusado de duplo homicídio no primeiro grau, e está detido sem fiança num centro de detenção juvenil em Fort Pierce. Os pais - Blake e Mary Jo-Hadley (na imagem) - terão sido mortos com marteladas na cabeça e no tronco no último Sábado, pouco depois do jovem ter anunciado uma festa para os amigos na sua casa, a 80 km de West Palm Beach. Os detectives pensam que os pais terão sido atacados à porta do seu quarto, e depois movidos para a cama com a porta trancada. Cerca de 60 pessoas apareceram na festa nessa noite, e foram tão barulhentos que a polícia foi chamada ao local pelos vizinhos à 1:30 da madrugada. Quando as autoridades lá chegaram a festa estava a dispersar-se, mas às 4:20 receberam outra chamada dizendo que um homicídio tinha ocorrido no mesmo local. Aí encontraram os cadáveres enrolados em toalhas e cobertos de papéis, livros e outros utensílios, entre os quais a arma do crime. Mary-Jo, e 47 anos, era professora primária, e o seu marido, de 54, trabalhava para a empresa de electricidade da Florida. Hadley frequentava a escola secundária de St. Lucy, e a polícia desconhece ainda os motivos do crime.

Foi Poco


Um vídeo divulgado a semana passada pela polícia de Los Angeles está a atraír a curiosidade. Nele vemos dois homens, um deles armado, a entrarem numa tabacaria em Altadena no último dia 7 exigindo o dinheiro da caixa. Até aqui tudo normal, um assalto como qualquer outro, mas com o que os ladrões não contavam era Poco, um pequeno Chihuahua do dono da loja, que fez frente aos assaltantes. Ladrou e de seguida atacou as pernas dos dois homens, que meio confusos, desistiram do roubo e puseram-se a milhas, com Poco a morder-lhes os calcanhares durante a fuga. Um cãozinho do tamanho de uma bola de futebol, mas cheio de coragem.

Morreu o Garganta Funda


O primeiro jornalista que denunciou a existência de escutas ilegais no jornal britânico 'The News of The World', Sean Hoare, foi encontrado hoje morto na sua casa, em Watford, noticia a Efe.

Ah! Então assim estás desculpado...


Dominique Strauss-Khan terá dito à sua mulher que não poderia ter violado a empregada do hotel porque não estava em condições de o fazer. Na verdade, na madrugada de 14 de maio teria tido relações sexuais com três mulheres.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Se isto é verdade...


Esta foi a notícia do fim-de-semana, debatida no fórum CTM e publicada hoje no Hoje Macau: um quadro superior dos Serviços de Saúde da RAEM está alegadamente metido num grande sarilho por causa dos chatrooms da internet – e porque é que havia de ser, com estes anjinhos? O funcionário passava várias horas de trabalho por dia a namoriscar no portal QQ, conhecido por incluir imagens íntimas que os utilizadores mandam uns aos outros. O funcionário dava uma de fanfarrão para engatar meninas na rede, dizia ser um gajo muito esperto e rico (provavelmente para compensar pela aparência), que era solteiro (mentira, é casado com uma médica do CHCSJ) e que prometia casar com todas. Era um magnete de vaginas, mas tudo através do ecrã, obviamente.

Uma das meninas ludibriadas pelo homem chegou a deixar o namorado, tratar dos papéis do casamento e preparava-se para vir aí cobrar o casamento ao rapaz. Foi aí que a porca torceu o rabo, o funcionário meteu os pés pelas mãos, e a história foi parar à Tianya, que chama a isto de “assédio”. Um palavrão muito grave, como se sabe. Nada disto está provado, e nem me vou referir ao nome do funcionário porque é inocente até prova do contrário. Pode ser tudo um grande equívoco, e já não era a primeira vez. Portanto vou preambular a minha opinião com um “se isto é verdade”, para proteger a eventual inocência do envolvido.

Se isto é verdade, trata-se matéria para pelo menos um processo disciplinar ao funcionário. Quatro ou cinco horas por dia, como se diz na notícia do jornal, é praticamente todo o tempo útil de trabalho, tirando os cafézinhos, idas à casa-de-banho, conversa mole com os colegas ou leituras do jornal. É caso para dizer que praticamente tudo o que o gajo fazia em frente ao computador era isto. Muito triste, patético. Se isto é verdade, tenho pena da esposa do senhor. Se é realmente médica do hospital público de Macau, como se diz, com que cara vai trabalhar agora? Não é difícil para os seus colegas saber quem ela é.

Se isto é verdade, existe realmente um grande problema com os "oumunyan" da nova geração. Culpo desde já a educação marcadamente católica, ou catocilizada, que oprime a sexualidade, ignora a importância da educação sexual e leva pessoas já adultas a cometer actos tresloucados quando lhes cheira a rata.

Recolhi várias opiniões desta notícia, e todas remetiam para um silêncio tumular, como que a pensar [se isto é verdade]“coitado do gajo, lixou a carreira”. A maioria referiu a “perda de face” da mulher do funcionário. Um colega meu disse qualquer coisa como “as pessoas depois esquecem-se”. Duvido que existam assim tantos cornos tão mansos para esquecer uma coisa destas. Mas insisto, apenas “se isto é verdade”

PS: Antes que cheguem os habituais comentários a acusar-me de usar o horário de trabalho para actualizar o blogue, mais uma vez repito que isso é puramente mentira. Nem tenho acesso à internet no PC onde trabalho. E para quem insiste, olha, vão à merda! (Para ser simpático).

Holocausto dos porcos em Nanning






Imagens chocantes que chegam de Nanning, na China. Um grupo de jovens tortura e mata porcos de forma sádica, batendo-lhes com tubos de ferro e enforcando-os na barra do recreio. O sítio mop.com publicou as fotografias daquilo que aparentemente seria um treino de ciência forense de uma escola de polícia, realizado no último dia 5 de Julho, e destinada a agentes de investigação criminal. Esta "ciência forense" foi exemplificada com porcos vivos, que foram enforcados, estrangulados, afogados e espancados até à morte, e deixou os internautas chineses chocados. A maioria deles questiona os valores da sociedade em geral, e questiona-se sobre a necessidade de sacrificar seres vivos de forma tão cruel em experiências científicas. Um comentador da mop.com deixou um comentário muito curioso:

我反正吃猪肉没我事!!谁谴责!谁以后再吃猪肉老婆被人轮!孩子没屁眼!!

"Eu como carne de porco, portanto isto não é nada comigo!! Quem condenar isto está condenado a ter a mulher violada em grupo se comer outra vez carne de porco! E os seus filhos nascerão sem rabo!!"

Quem fala assim não é gago.

Desculpem lá o embrião


Uma das mais famosas clínicas de fertilidade em Hong Kong compensou dois pacientes depois de lhes ter trocado os embriões, noticiou ontem o Ming Pao. A clínica só se apercebeu do erro quando a operação estava completa, e os embriões foram prontamente retirados e destruídos. O lapso ocorreu no início do mês numa das clínicas do Victory Group, dos ART Laboratories. A clínica faz parte de um grupo de laboratórios de fertilização in-vitro (FIV) fundados e dirigidos pelo célebre ginecologista honconguense Dr. Clement Ho - cujos pacientes incluem celebridades do mundo do espectáculo da RAEHK, como Carina Lau ou Michelle Reis. O Victory Group leva a cabo mil FIV por ano, e tem sucursais nas Filipinas e na Malásia. Numa entrevista ao Ming Pao, o Dr. Ho admitiu que o lapso foi causado por um embriologista novato, que não verificou bem a etiquetagem dos embriões. "Apesar de existirem colegas mais experientes a liderar o processo, o procedimento foi feito muito rapidamente, e resultou num erro", concluíu Ho.