segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Dois anos de Bairro do Oriente


Passam hoje dois anos da criação do Bairro do Oriente, esse património mundial da humanidade em forma de letras todas juntas. Já agora gostava de dar os parabéns à dra. Susana Chou pela sua entrada na blogosfera, se bem que apenas em chinês, para se perceber melhor.

A ideia de criar um blogue surgiu por volta de 2002/2003, mas faltou tempo e iniciativa. Entretanto deixava nas páginas de Word alguns pensamentos e comentários sociais, alguns incluídos em “Leocardo” e no Bairro do Oriente, outros perdidos com uma mudança de PC, o que foi uma pena.

Ao contrário do que algumas pessoas pensam, trabalho sim, e depois tenho que ajudar os filhos com o trabalho de casa e com o jantar. O blogue fica sempre para “depois”, e isto à custa de erros de ortografia, textos menos bons ou ideias inacabadas. Ainda não me pagam para fazer todo o sentido.

Um blogue não precisa de ser uma obra de arte, se bem que algumas pessoas que têm blogues lidos por milhares diariamente pensam que têm “o dever” de dizer toda a verdade, mesmo que isso lhes custe processos em tribunal. Tudo porque pensam que são “melhores que jornalistas”, mas se fossem jornalistas percebiam que estavam a fazer disparates, perder tempo e ganhar cabelos brancos.

E quando se tem milhares de visitas (porque não custa nada, a pagar era outra história), é preciso que o blogue esteja apresentado como se fosse o manuscrito da “Declaration of Independence” norte-americana: casto e sem mácula.

Os blogues foram provavelmente a melhor criação desde a própria internet. Milhares de cabecinhas pensadoras começaram a partilhar as suas ansiedades com o resto do mundo, a sair do anonimato – ou quase todos, eu por exemplo estou muito bem assim.

Quem tinha o direito exclusivo à opinião ficou, obviamente, ralado com o assunto. Como é que alguém se atreve a falar com desrespeito a A, B e C, que estão de alguma forma ligados a D, E e F, que lhes pagam o salário? Falta “técnica de agachamento” ao pessoal da blogosfera. É isso que mais chateia, não é?

Em relação a alguns grupos de que me acusam de “atacar” (tailandeses, turcos, católicos, Agnes Lam, Christina Chan, alguns compatriotas, etc), gostava de deixar claro que tenho a minha opinião firmada, mas nunca desrespeitei fosse quem fosse.

Se algumas atitudes destes grupos são mal encaradas pela opinião pública, que culpa tenho eu de apenas comentar sobre elas? Não ando a drogar ninguém para concordar comigo, e respeito quem pensa de forma diferente.

Se há temas de que “não falo”, é por falta de conhecimento profundo do assunto, ou porque não me interessa especialmente. O que está à venda é o que está à mostra, e quem quiser falar de certos temas é livre de abrir um blogue para o efeito.

Apaguei alguns (muito poucos) comentários porque ultrapassavam os limites do bom gosto e continham calúnias que envolviam terceiros. Os autores desses comentários estão perfeitamente conscientes disso, e se me acusam de “censura”, estão a insultar quem contribui com opiniões válidas e conscientes. Nunca apaguei nenhum comentário pelo simples facto do seu autor não concordar com os meus pontos de vista.

Quem me acusa de "só falar mal" ou dar más notícias, indique-me em que país a maioria dos média não compõe os seus noticiários com notícias de desgraças, tragédias ou problemas? Ou melhor, digam-me lá que paraíso é esse onde vivem?

Tentei trazer aqui humor, música, notícias curiosas, actualidade, sempre com preferência pela região Ásia-Pacífico, futebol e pelo menos quatro ou cinco extensos artigos de opinião por semana, completamente da minha autoria. Publiquei fotografias e vídeos de eventos e locais do território, e só peço desculpa pela falta de qualidade – não tenho uma câmara profissional nem um “press card”.

O blogue registou perto de 180 mil visitas nestes dois anos, e este mês de Novembro bateu novamente o recorde: 10759 visitas, contra 10478 de Maio deste ano. Espero continuar a fazer parte do quotidianos dos leitores, e um grande bem haja a todos leitores e comentadores do Bairro do Oriente.

E especialmente aos que falam mal, pois também são parte da “família”, e agora estamos na quadra natalícia...

PS: Esta é a edição especial de aniversário. Estavam à espera do quê?

Dia de derby!


Foi uma semana rica em derbies europeus, com o mais importante a realizar-se no Nou Camp, entre o Barcelona e o Real Madrid. Cristiano Ronaldo regressou, jogou 60 minutos e mostrou bons sinais de recuperação, mas isso não foi suficiente para evitar a derrota dos merengues, com o único golo da partida a ser apontado por Zlatan Ibrahimovic, aos 56 minutos. O Barcelona isolou-se no primeiro lugar da Liga espanhola, com mais dois pontos que o Real Madrid.


Em Inglaterra o Chelsea cimentou a liderança da Premier League e atiraram o Arsenal para o quarto lugar. Os "blues" de Ancelotti, em grande forma, foram vencer no Emirates Stadium por uns convincentes 3-0, no derby londrino que era o encontro mais aguardado da jornada.


Em Atenas o Olympiakos reconquistou finalmente o primeiro lugar do campeonato grego, com dois golos da sensação jovem grega, Konstantinos Mitroglou. O segundo golo vale mesmo a pena ver.

Porto vence Rio Ave


O Porto derrotou ontem o Rio Ave no Estádio do Dragão, em jogo a contar para a 11ª jornada da Liga Sagres. Os dragões adiantavam-se no marcador por Hulk ainda na primeira parte, mas João Tomás empatava três minutos depois para os vilacondenses. Silvestre Varela daria a vitória ao Porto a dez mnutos do fim, contra um adversário difícil, que só tinha perdido um jogo esta época. Com estes três pontos, o Porto fica a três do Benfica e a dois do Braga, que só joge hoje em casa frente ao U. Leiria.

Flamengo a um passo do título



O Brasileirão tem ainda quatro candidatos ao título à partida da sua última jornada. O Flamengo deu um passo de gigante rumo ao título batendo o Corinthians em S. Paulo por duas bolas a zero, e aproveitou a derrota do S. Paulo em Goiás (2-4) para se isolar no comando com dois pontos de vantagem. O S. Paulo foi ainda alcançado por Inter PA e Palmeiras, que continuam assim na luta pelo primeiro lugar. Os gaúchos venceram o Sport, no Recife, por duas bolas a uma, e os palmeiristas bateram em casa o Atl. Mineiro por três bolas a uma. Assim na última jornada o Flamengo recebe o Grêmio, o S. Paulo recebe o Sport, o Inter recebe o Santo André (já despromovido), e o Palmeiras joga no Rio contra o Botafogo, que precisa desasperadamente de ganhar. Em caso de empate conta o goal-average, e nesse departamento o Inter PA tem vantagem. Só para que se perceba o equilíbrio, a melhor defesa é a do S. Paulo, com...41 golos consentidos em 37 jogos. Apenas 15 pontos abaixo da luta pelo título, joga-se pela manutenção. Botafogo perdeu no Paraná contra o Atlético local por duas bolas a zero, e encontra-se abaixo da linha de água, com os mesmos pontos que o Coritiba. O Fluminense, na sua senda ganhadora, goleou em casa o Vitória da Bahia. O Coritiba-Fluminense vai resolver as contas da descida, e ao Botafogo basta vencer para assegurar a manutenção, e encontra pela frente um candidato ao título. Um final emocionante de Brasileirão no próximo fim-de-semana.

domingo, 29 de novembro de 2009

Esta cidade não é para novos


Aparentemente mora uma mulher maluca no meu edifício. A senhora em questão gritou com a minha prima, que tem 17 anos, chamou-lhe “lixo” e a pequena ficou a chorar. Outros vizinhos já se queixaram, mas ninguém sabe dizer quem é, ou em que andar mora. Uma cena muito caricata, assim estilo “O Inquilino” de Polansky. Um colega meu tem os filhos – um casal – de 17 e 15 anos de idade, a estudar em Inglaterra. Não só ficou sozinho com a mulher, como ainda tem que gastar uma nota preta.

O caso do alegado pedófilo que mantinha um Centro de Estudos aqui perto de casa, foi bastante intrigante. Entrevistei algumas pessoas da comunidade chinesa das vizinhanças, e dizem-me que o agressor é, coitado, doente. E uma pena de prisão seria “exagerado”. É bom saber que as pessoas têm coração. Estes “centros de estudo” são um negócio bastante rentável, com lucro de entre 20 e 30 mil patacas por mês para o seu proprietário. É aqui que a maioria dos chamados “pais operários”deixam os filhos depois da escola: não têm tempo para eles.

Será que Macau se está a tornar uma cidade perigosa para educarmos os nossos filhos? Realmente é uma pena que as escolas (principalmente as chinesas) misturem maus elementos com estudantes aplicados. Os maus elementos são assim uma espécie de “camadas jovens” das associações de malfeitores, mas como os compreendo, sendo que a única educação que adquirem depois da escola é nas casas de jogos electrónicos, esses antros de podridão. Se vir um jovem com um ar esgazeado, casaco preto, boné e cabelo pintado, mude de passeio.

Os bons alunos ouvem os pais, são educados, não assam os gatos nem batem nas velhinhas, mas são muito influenciáveis, coitadinhos. Hoje estão a dar uma passa num cigarro, amanhã estão a ver pornografia na internet. Quanto se juntam os maus elementos e os alunos aplicados, temos uma situação complicada, pois de certeza que não são os “putos da passa” que se vão tornar bonzinhos. Isso só nos filmes da Disney. É preciso defendê-los destes perigos custe o que custar, e porque não interessa saber o porquê dos jovens cairem nas malhas do jogo, droga ou prostituição.

Daí que os pais mais endinheirados mandem os filhos crescer lá para os bifes ou para os cangurus, perdendo alguns dos anos mais importantes das suas vidas. Será que os pais não têm tempo para responder às dúvidas dos filhos púberes, ou simplesmente não sabem como? Não sei quem foi que lhes disse que Londres, San Francisco, Sydney ou Vancouver são cidades “livres de delinquentes”, ou que lá, como o miúdo é chinês ou aparentado, os arrogantes nativos mandem-no para o canto da “comunidade asiática”, onde podem crescer e comer chau-min em paz.

Quem não tem cheta, fica com os filhos, e vão depois por ali fora até uma Universidade em Taiwan ou na China, ou simplesmente a UMAC, ou ainda um emprego nos casinos. Por enquanto, o perigo espreita atrás de cada esquina: "esta cidade não é para novos". O se calhar para os coitados dos miúdos que partem para longe com tão tenra idade, custa-lhes deixar muita coisa; os amigos, os avós (muitos sabem da notícia da morte de um avô quando estão a estudar no estrangeiro), a tal namoradinha que depois já é casada, porque só voltam quando estiverem completamente crescidos e funcionais.

PS: Não percam amanhã a edição do 2º aniversário do Bairro do Oriente!

Tempo de Piyaz


Tenho uma receita para um jantar leve, barato, exótico e com ingredientes que se podem encontrar facilmente em Macau. Vem da Turquia, e chama-se Piyaz. O Piyaz é um prato frio tipicamente mediterrânico, refrescante e vegetariano. Numa saladeira junta uma cebola roxa picada inteira, dois tomates médios cortados aos cubos e um ramo de coentros picados. Tempere a mistura com azeite (3/4 colheres de sopa), uma dedal de vinagre de cidra (ou vinagre de maçã), uma pitada de sal. Depois o truque: abra uma lata do seu feijão preferido (manteiga, branco, preto, frade ou simplesmente grão-de-bico), escorra, lave e junte à saladeira. Mexa e sirva logo. Se quer dar um pouco mais de proteína ao Piyaz, junte também dois ovos cozidos. É parecido com a nossa salada de atum (sem o atum), mas é muito mais leve, interessante e não deixa aquele sabor de cebola na boca. Bon appetit!

Canta comigo, vem ser feliz





Assisti ontem ao tal programa da Catarina Furtado, o “Dá-me Música”. É o primeiro que vejo com atenção desde a estreia na TDM, aí há um mês. Ontem os convidados eram Angélico, Eduardo Madeira e Isabel Figueira, numa equipa, e Vítor Fonseca, Joaquim Monchique e Carla Vasconcelos.

Angélico e Vítor Fonseca são teen idols. O primeiro conheço muito mal, mas tem um ar de George Michael enquanto ainda nos Wham!, e Fonseca é vocalista dos D’Zert. Tem um penteado e anéis de bradar aos céus. Eduardo Madeira e Carla Vasconcelos são elementos do conjunto humorístico “Os Contemporâneos”. Eduardo Madeira é assim um indivíduo com aspecto de merceeiro, mas aparentemente é um génio humorístico e musical, a par com Nuno Markl. Carla Vasconcelos é uma senhora obesa com uma presença muito...expansiva. Talvez pela largura dos ombros, ou o diâmetro do pescoço.

Isabel Figueira é uma princesa onde quer que vá, onde ela chega, chega a Primevera e os primeiros raios de sol depois de um Inverno rigoroso. Sabe estar, sabe sorrir, sabe ser deliciosa. Canta é muito mal. Quanto a Joaquim Monchique, é amiguinho do Herman, do La Féria e do João Baião. Tudo dito. Isto tudo impecavelmente apresentado por Catarina Furtado, que está cada vez mais convencida quem tem 18 anos e estamos nos anos 80.

Não sei bem qual é o público de “Dá-me Música”, mas certamente que não é o público jovem. Para os miúdos de 20 anos, os Bee Gees, os Boney M. ou Diana Ross são artistas do Paleolítico, e o que eles queriam mesmo ouvir era Moonspell, Lady Gaga ou os Green Day. O programa é assim para gajos como eu, da casa dos 30 a ir para os 40, que ainda sabe o que foi o fenómeno italian-disco, o Bruce Springsteen ou os The Cure.

O sentido daquele concurso é outra coisa que não percebo. Ganham-se prémios ou quê? A animação fica a cargo de três cantores, um tal David, uma menina negra e outra loira. A O David irrita-me, porque quando canta músicas do Marco Paulo ou dos Aqua faz uma cara de gozo, com quem diz “eu estou a cantar isto mas não gosto, porque sou um gajo muita fixe”. A menina negra é bonitinha, canta bem e é toda “soul”, mas não tem ar de quem está a gostar daquilo que faz. A loira é muito limitada vocalmente, e faz gestos das músicas para surdos-mudos (quando diz “sky” aponta para cima).

Os músicos também me dão pena, ali plantados a decalcar música rock, ainda menos “cool” que a banda da Praça da Alegria. Mas o que me dá mesmo mais pena é daqueles rapazes que ficam para ali a dançar no meio da audiência. Têm os seus vinte e tal ou mesmo trinta anos, e fazem o quê? Dançam. E vão ao ginásio para obter um corpo musculado. Pelos vistos vão andar a “dançar” muito para o resto das suas vidas. Mas vou continuar a ver o “Dá-me Música” sempre que tiver oportunidade. Senão depois falo mal do quê?

Em branco


Quem optou por passar uma noite em branco para assistir ao primeiro derby da temporada, viu um jogo também ele em branco, e um resultado nulo. Sporting e Benfica não conseguiram marcar, fazendo assim o jogo terminar no desfecho mais deprimente possível. O Sporting continua sem sair dos lugares do meio da tabela, e o Benfica isolou-se temporiaramente no comando da Liga Sagres, mas pode ser ultrapassado na segunda-feira pelo Braga, e ver o FC Porto aproximar-se já hoje. Jogam ambos em casa com Leiria e Rio Ave, respectivamente. Fica aqui o resumo do jogo, sem comentários.

Leituras


- Paul Chan Wai Chi explica no Hoje Macau o que é a A frota “galáctica” na Assembleia Legislativa.

- No JTM, saiba sobre um caso em que os autocarros chegaram atrasados e quem se lixou foi a malta da companhia. Leia ainda o editorial de JRD sobre o assunto.

- No Ponto Final, Luciana Leitão foi ouvir o que pensa Au Kam San do novo Executivo, em “Os incompetentes mantêm-se e os que se empenham são afastados”. Título muito sugestivo que dá imediatamente a entender o que Au Kam San pensa.

- N'O Clarim, jornal da Igreja Católica, Pedro Daniel Oliveira está No rescaldo do Grande Prémio de Macau.

Nota: A edição electrónica do Hoje Macau de quinta-feira não traz o artigo de opinião de Pinto Fernandes, um dos seus melhores de sempre. Na edição impressa de sexta-feira as palavras cruzadas estavam erradamente impressas, e a programação de TV era de terça-feira. Agradecia encarecidamente que ajudassem aqui o vosso leitor assíduo. Obrigado.


Bom fim-de-semana!

sábado, 28 de novembro de 2009

O maior génio de todos os tempos?


Ele é o Emplastro. Aparece em tudo o que é sítio, e nem o Estádio de Alvalade em vésperas de Sporting-Benfica ia ser diferente. O jornalista bem referiu que este "profissional do directo trabalha cedo". Já foi estrela de televisão, o tio Herman (que segundo ele "é pedófilo") deu-lhe dentes novos, o pai dele é o Pinto da Costa e a mãe é o Vítor Baía, mas era altura de pensar noutra coisa. Talvez encostar os dedos molhados nas tomadas. Se calhar há por aí uma companhia a pagar-lhe para aparecer nos directos, atrás das câmaras. Então se este é o emprego da criatura, e paga bem, estamos na presença do maior génio português de todos os tempos.

Volta à China


PEQUIM - Um tribunal do districto de Haidian concluíu que os jogos de internet são a causa de 20% dos divórcios entre casais nascidos depois de 1980. As relações tendem a deteriorar-se quando o homem perde o emprego. O tribunal verificou que dos 100 casos de divórcio lugados nos últimos dois anos, a maioria é de casais com menos de 30 anos de idade.

PEQUIM - Cerca de 1700 traficantes juvenis foram julgados nos primeiros dez meses deste ano, noticiou o "Legal Daily". É um aumento de 6% em relação ao mesmo perído do ano passado. Destes, 1061 foram condenados a prisão perpétua ou à pena capital.

XANGAI - Um rapaz de 15 anos saltou do alto da sua casa em Jingan, ontem. Pensa-se que o jovem se terá suicidado devido a maus resultados escolares.

HAINAN - Centenas de estudantes da escola secundária de Guijiang, em Guicheng, atiraram a comida da cantina ao chão, em protesto pela falta de qualidade da mesma. Os alunos vinham expressando a insatisfação com a comida da escola em fórums online. O director da escola provou mais tarde a comida, e disse que "não era deliciosa, nem horrível".

GUANGDONG - Os oficiais de Luizhou não vão poder comer aves durante os banquetes. Os oficiais que prevaricarem serão chamados e repreendidos publicamente.

YUNNAN - Seis camponeses foram julgados quarta-feira em Xishuangbanna (?!), por terem comido carne de tigre. O relatório diz que dois dos camponeses capturaram e mataram o tigre em Fevereiro, fizeram um guisado com a carne e compartilharam com quatro outros amigos. O tribunal diz que aquele era provavelmente o último tigre da Indochina existente.

SICHUAN - O director da polícia de trânsito em Luzhou foi suspenso por conduzir um veículo confiscado. Segundo uma postagem na internet, o director andava a conduzir um Audi que tinha sido confiscado no início do ano.

SICHUAN - Um ladrão morreu depois de ter sido mordido pelos cães do dono da casa. O ladrão e mais um cúmplice tentavam entrar pelas traseiras de uma casa em Shuanling, quando depararam com os animais. Um deles fugiu, mas o outro viria a morrer das feridas. O proprietário dos ces não será responsabilizado, pois não estava em casa na altura, e os cães estavam em propriedade privada.

Machado internado


Manuel Machado não vai estar no banco dos madeirenses do Nacional na partida de hoje frente à Naval, nem quarta-feira no jogo na Alemanha frente ao Werder Bremen a contar para a Liga Europa. Isto porque o treinador foi submetido a uma cirurgia para retirar uma hérnia, surgiram complicações, e está internado em estado grave, nos cuidados intensivos. Nada me resta senão melhorar as rápidas melhoras, e que volte em breve a fazer aquilo que sabe melhor. Para bem do futebol.

O vendedor do ano


Rocket Singh é capaz de vender qualquer coisa. Veja o vídeo.

Pedofilia dá à costa


Foi ontem capa do Ou Mun, e a notícia deixou-me chocado. Um dos proprietários de um Centro de Estudos aqui perto de casa é um aalegado pedófilo. O indivíduo terá trinta e poucos anos, e geria um Centro de Estudos numa loja que fora antes uma mercearia de seus pais. O suspeito que terá molestado cerca de cem crianças, na maioria do sexo masculino, encontra-se a monte, e não sei se a esta hora já foi detido. Na zona de S. Lourenço existem muitos destes Centros de Estudo, onde a troco de uma quantia módica, os pais podem deixar os filhos durante o tempo livre para estudar e fazer os trabalhos de casa. A maioria destes centros funcionam em lojas de rés-do-chão, e as professoras são normalmente estudantes universitárias ou do ensino secundário que trabalham em regime de part-time. Em S. Lourenço existem três escolas que juntam perto de dois milhares de alunos: Instituto Salesiano, Colégio de S. José e Escola Estrela do Mar. Esta notícia cai como uma bomba, uma vez que o centro funcionava há mais de cinco anos, e o número de casos de abuso indicia que muitos outros ficaram provavelmente por contar. Casos idênticos têm acontecido frequentemente em Hong Kong, especialmente na explicação privada, mas a população de Macau ainda não está habituada a esta ideia, e ainda procura encontrar uma explicação para o sucedido. Em quem vão confiar, afinal?

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Os blogues dos outros


Regressado a Macau após uma ausência de três semanas, é com pena que acabo de constatar que o vetusto Fórum Macau deixou de estar disponível online. Há muito que já não apresentava qualquer actividade, é certo, mas continuava a disponibilizar um importante acervo de documentos publicados na imprensa local e de Portugal nos meses que se seguiram ao handover do território. Dada esta perda e considerando o rápido aproximar do décimo aniversário da criação da RAEM, tentarei colocar alguns desses documentos (e outros...) n'O Protesto, até para que a evocação da efeméride por certos responsáveis de outrora não constitua mais um exercício de branqueamento despudorado dos erros e abusos cometidos, como algumas declarações surgidas na imprensa de hoje parecem começar já a indiciar...

Nuno Lima Bastos, O Protesto

Como todos sabemos, a constituição do “novo” Governo da RAEM liderado por Chui Sai On, foi dominada pela lógica da continuidade. Contudo, na edição do Clarim de hoje, avança-se com a possiblidade de haver uma remodelação governamental no prazo de 2 anos, com os nomes de Florinda Chan e Lau Si Lo à cabeça. Se eles ainda agora foram renomeados, qual é a lógica de já estar prevista a sua substituição? A mim parecem-me especulações de quem não tem mais que fazer…

El Comandante, Hotel Macau

Ontem fez um ano que quase 200 inocentes foram mortos em nome de um Deus que desconheço existir nos moldes em que os seus seguidores o interpretam. Claro que para os grandes espaços noticiosos do Mundo, como o ataque se deu em Bombaim, que a maioria dos americanos ou ocidentais nem sabe bem onde é, nem tão pouco quer saber, nada interessou. O que fez capa e se tornou notícia de abertura foi o pirú salvo pelo Obama, que continua a alimentar a guerra no Afeganistão. Fosse um qualquer dromedário atropelado na Route 66 ou uma lagartixa se tivesse afogado depois de tropeçar enquanto passeava nas margens do Tamisa e teriam mais tempo de antena do que a ofensiva terrorista na cidade onde se encontra Bollywood. Bombaim, onde os Portugueses chegaram em 1509, ainda fica longe dos grandes centros de decisão do decadente mundo ocidental. Não obstante a distância actual, lá chegará o tempo em que um ataque a esquadras de polícia de São Francisco merecerão pequenas honras no flash noticioso da CNN indiana que, nessa altura, preponderará.

Quilmes, MACA(U)quices

Em Berlim, todas as noites ardem automóveis. Este ano, já foram 267, escreve o "Frankfurter Rundschau", citado pelo site Presseurop.eu . Enquanto a imprensa sensacionalista brada contra os "horríveis anarquistas do fogo", que "aterrorizam" os donos de Mercedes, de BMW ou de Porsche, que são incendiados nos bairros que estão a ser recuperados, como Friedrichshain, Kreuzberg, Berlin-Mitte e Pankow, a polícia continua sem encontrar uma estratégia contra os incendiários. Segundo as informações gerais disponíveis, estes seriam oriundos dos meios da esquerda apartidária e, explica o jornal, atacariam os sinais exteriores de riqueza dos novos moradores, responsáveis pela expulsão de artistas e estudantes, que dantes viviam nestes bairros populares, agora na moda.

João Severino, Pau Para Toda a Obra

Consta que se perspectiva o adiamento da construção da ligação TGV entre o Porto e Vigo, não por causa das finanças públicas ou dum avisado acordo secreto entre as bancadas do PS e do PSD, mas por causa do Ministério Fomento espanhol que se justifica com questões do foro ambiental. Ora cá pra mim que não sou de intrigas, isto trata-se afinal duma inadmissível intromissão do reino vizinho na estratégia de animação económica e do desenvolvimento da república de Sócrates. Daqui deste jardim à beira-mar plantado, além do adiamento da linha Lisboa Elvas, aguardam-se também as tomadas de posição dos lobbies envolvidos, assim como uma relação do número de desempregados previstos pela Mota-Engil e Teixeira Duarte em consequência do atraso.

João Távora, Corta-Fitas

O director de Informação da RTP, segundo leio no 24 Horas, acaba de emitir um documento interno que pretende impor normas aos jornalistas da estação pública sobre a utilização de blogues e redes sociais na Internet.
Passo a citar alguns excertos:
- "Nada do que fazemos no Twitter, Facebook ou Blogues (seja em posts originais ou em comentários a post de outrem) deve colocar em causa a imparcialidade que nos é devida e reconhecida enquanto jornalistas."
- "(...) Deverão deixar em branco a secção de perfil de Facebook ou outros equivalentes, sobre as preferências políticas dos utilizadores."
- "Ter particular atenção aos 'amigos' friends do Facebook e ponderar que também através deste dado, se pode inferir sobre a imparcialidade ou não de um jornalista sobre determinadas áreas."
- "Meditar sobre o facto de 140 caracteres de um twit poderem ser entendidos de forma mais deficiente (e geralmente é isso que acontece!) do que um texto de várias páginas, o que dificulta a exacta explicação daquilo que cada um pretende verdadeiramente dizer."
Sob uma linguagem aparentemente melíflua, o que está em causa neste conjunto de orientações assinadas por José Alberto Carvalho é uma restrição de um direito constitucional - o direito de opinião. Sendo inaceitável que os jornalistas se vejam impedidos de emitir opiniões políticas em páginas pessoais de que disponham na Internet, o facto de estas normas passarem a vigorar numa empresa pública de comunicação social constitui uma agravante. Gostaria de ver o Conselho de Redacção da RTP pronunciar-se sobre esta matéria. Infelizmente, como revela também o 24 Horas, a RTP está há seis meses sem Conselho de Redacção, o que é outro facto inaceitável. Resta-me, portanto, aguardar uma posição da ERC, sempre tão vigilante noutras matérias. E, já agora, também dos deputados que integram a Comissão de Direitos, Liberdades e Garantias da Assembleia da República.


Pedro Correia, Delito de Opinião

«A Igreja Católica da Irlanda encobriu as sevícias sexuais contra crianças realizadas por padres da região de Dublin durante 40 anos, acusa o relatório do inquérito oficial divulgado esta quinta-feira. Os bispos pretendiam proteger a reputação da Igreja em detrimento das vítimas, segundo o relatório de 720 páginas - entregue ao governo em Julho -, que analisa os casos de 46 padres em relação aos quais foram apresentadas 320 queixas.» [Jornal de Notícias]
Parecer:
Começa a ser evidente que a Igreja Católica tem um problema de pedofilia.
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Averiguem-se as causas.»


Jumento, O Jumento

As empresas portuguesas podem respirar de alívio. O senhor Primeiro-Ministro garantiu ontem ao país que não haverá aumento de impostos em 2010 e, ao que parece, até o governo cair. Interpreto as palavras do PM como um anúncio formal de que o volumoso aumento de impostos associado à alteração do regime contributivo da Segurança Social, já promulgado pelo Presidente da República e com início previsto para Janeiro, já não vai acontecer. Como poderia ser de outro modo? O senhor Primeiro-Ministro não é homem para mentir aos portugueses.

João Caetano Dias, Blasfémias

A crise já tinha batido forte no Dubai, a principal praça financeira do Médio Oriente, mas desta vez os sinais são fortes de que o rei vai nu. Depois de ter praticamente esgotado as suas reservas de petróleo, o principal consórcio do Dubai do sector financeiro solicitou um adiamento de pagamento de dívidas. A situação é de tal modo grave que foi suspensa a construção em curso da maior torre do mundo, aquele que seria o símbolo da pujança económica do Dubai.
É mais um rude golpe para os nossos fundamentalistas da fé no mercado que viam nas praças do Médio Oriente um purismo ideológico que os americanos já teriam desvirtuado. Adivinham-se explicações complicadas para justificar os absurdos do ultra-liberalismo.


Rui Curado da Silva, Klepsydra

O Manuel de Oliveira fez o teste "descobre quando vais morrer" e o resultado foi o computador suicidar-se.

João Moreira de Sá, Arcebispo de Cantuária

Olhos nos olhos


O avançado egípcio Amr Zaki, que chegou a fazer furor pelas cores do Wigan, recusou-se a jogar pelo Portsmouth. Zaki, que chegou a época passada a liderar a lista de melhores marcadores na Premier League, alega que "não consegue trabalhar com um israelita", referindo-se ao novo director-técnico do Potsmouth, Avram Grant, e ao seu central Tal Ben Haim. Zaki acrescentou ainda que "nunca jogaria num clube que tem um argelino nas suas fileiras", referindo-se ao internacional que recentemente se qualificou para o mundial em deterimento do Egipto, Nadir Belhadj. A Argélia e o Egipto disputaram recentmente uma eliminatória do mundial no Sudão, que acabou em violência, e quanto a Grant, "alguns muçulmanos árabes não olham os israelitas nos olhos". Um rapaz difícil de contentar, este Zaki.

Paranormal


Usando um computador com quatro teclados em branco, e sem olhar para o ecrã, este homem escreveu 67 livros nos seus idiomas originais (incluíndo a Odisseia, McBeth, A Bíblia, os manuscritos do Mar Morto, em hebreu antigo, e a edição do Livro do Guiness de 2002), de trás para a frente! Michele Santelia escreveu mais de quatro metros de altura de material literário de trás para a frente. O ano passado escreveu manuscritos Etruscos, e "O Milhão", em chinês antigo. Fantástico!

Telefonemas dos mortos


Este livro é brilhante, e pode mudar a sua vida! Intitulado "Telefonemas dos mortos", foi escrito depois de dois anos de investigação de um fenómeno fantástico. Assim, existem três tipos de telefonema:
1. Pessoas que faleceram recentemente ou mesmo há muitos anos telefonam para um familiar ou amigo.
2. Você telefona para uma casa e alguém que está vivo numa realidade diferente atende o telefone.
3. Uma pessoa viva conversa com outra, que nega ter feito ou recebido um telefonema da primeira. Estas pessoas queriam telefonar mas nunca o fizeram, no entanto a chamada foi mesmo feita (uma espécie de mecanismo de defesa da auto-negação).

A questão aqui é: como é que se consegue que o telefone contacte com os mortos?

Remissão


O Curtas & Grossas foi actualizado. Leocardo, seu delicioso malandreco...

Bohemian Rhapsody, pelos Marretas


Um vídeo que entrega aquilo que promete: uma versão de "Bohemian Rhapsody", interpretada pelos Marretas.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Ai as dores


Apanhei um programa da RTPi apresentado pela Maria Elisa e que fala sobre medicina. Neste programa em particular falava-se das pessoas que sofrem com dor crónica. Alguns especialistas do ramo dizem que as pessoas não se importam com uma pequena dor, que apenas “deixam passar”, e que depois pode evoluír para outra forma de dor mais difícil de tratar. Outros deixam de tomar os medicamentos quando já se sentem melhores, e outros ainda não gostam de tomar medicação. O que mais me impressionou foi quando um dos convidados que afirmou que ainda há quem reze para a dor passar. Isso mesmo, não consulta um médico, não faz mais nada. Reza.

O mesmo especialista falou ainda das pessoas que pagam promessas a Nossa Senhora de Fátima com caminhadas de dezenas ou centenas de quilómetros, ou dão voltas de joelhos ao Santuário, naquilo que é jocosamente conhecido por “joelhódromo”. Em muitos casos estas pessoas que pagam promessas padecem de patologias em muitos casos graves, e o esforço dispendido vem apenas agravar a sua situaçãio. Isto medicamente falando, claro. Como V. Exas. sabem, sou agnóstico, portanto vou assumir um dos meus egos. Pronto, Deus existe. E Deus quer que as pessoas tenham juízo, que usufruam do progresso que Ele nos concedeu. A medicina tem feito coisas fantásticas e não merece que a descridiblizem desta forma.

A medicina avançou ao ponto das mulheres não precisarem mais de morder um sapato durante o parto como única forma de anestesia existente. Avançou ao ponto das pessoas poderem viver melhor e mais anos, o que por incrível que pareça, “é mau para a Economia”. Deus deu ao Homem a capacidade de fazer tudo isto, e penso que ainda vai conseguir fazer melhor no futuro. A medicina é uma ciência onde se trabalha diariamente, se investiga, se cria, se experimenta. Já curaram a depressão, a impotência masculina, já fazem com que os doentes com SIDA vivam anos com qualidade. Por outro lado, se Deus não existe, estamos todos a ser apenas parvos.

Não é que eu desrespeite o valor das rezas, mas penso que seriam mais eficazes acompanhadas da ajuda da medicina. Quando as duas se encontram - medicina tradicional e homeopatia - funcionam maravilhosamente bem. Na verdade, acredito que a última coisa que passa pela cabeça das pessoas é isso mesmo: uma reza. Quando estivermos de partida, a única coisa em que podemos confiar é que afinal a religião tinha razão, e existe um Paraíso.

Só que por enquanto não dá, tem que ser sem dor. Se sente uma dor persistente, consulte um médico. Não faça como as dores de dentes, que só nos levam a procurar o dentista quando o problema é tão “grave” que precisamos de perfuração, desvitalização e respectivos pivots, que fica tudo à volta dos três milhares de patacas. Uma dor que se pode curar com uns medicamentos e descanso é melhor que uma dor em que nos abrem ao meio para tirar uma procaria qualquer e depois cosem-nos.

Espero que tenham respeitado o meu ponto de vista, assim como compreendo tão bem o vosso. Mas já agora, gostava de perguntar porque pensam que toda a gente que não está com vocês, está contra vocês. Não sou obrigado a acreditar em milagres, da mesma forma que respeito quem acredita.

Um livro de maus costumes



Gostava já de garantir que o seguinte material não é completamente da minha autoria. Só juntei a um cartoon as passagens da Bíblia a que faz referência.

POLIGAMIA

1 Reis 11:1 Ora, além da filha de Faraó, amou Salomão muitas mulheres estrangeiras: moabitas, amonitas, edomitas, sidônias e hetéias,
1 Reis 11:2 mulheres das nações de que havia o SENHOR dito aos filhos de Israel: Não caseis com elas, nem casem elas convosco, pois vos perverteriam o coração, para seguirdes os seus deuses. A estas se apegou Salomão pelo amor.
1 Reis 11:3 Tinha setecentas mulheres, princesas e trezentas concubinas; e suas mulheres lhe perverteram o coração.
1 Reis 11:4 Sendo já velho, suas mulheres lhe perverteram o coração para seguir outros deuses; e o seu coração não era de todo fiel para com o SENHOR, seu Deus, como fora o de Davi, seu pai.
1 Reis 11:5 Salomão seguiu a Astarote, deusa dos sidônios, e a Milcom, abominação dos amonitas.
1 Reis 11:6 Assim, fez Salomão o que era mau perante o SENHOR e não perseverou em seguir ao SENHOR, como Davi, seu pai.


INCESTO

Genesis 19:30 E subiu Ló de Zoar, e habitou no monte, e as suas duas filhas com ele; porque temia habitar em Zoar; e habitou numa caverna, ele e as suas duas filhas.
Genesis 19:31 Então a primogênita disse à menor: Nosso pai é já velho, e não há varão na terra que entre a nós, segundo o costume de toda a terra;
Genesis 19:32 vem, demos a nosso pai vinho a beber, e deitemo-nos com ele, para que conservemos a descendência de nosso pai.
Genesis 19:33 Deram, pois, a seu pai vinho a beber naquela noite; e, entrando a primogênita, deitou-se com seu pai; e não percebeu ele quando ela se deitou, nem quando se levantou.
Genesis 19:34 No dia seguinte disse a primogênita à menor: Eis que eu ontem à noite me deitei com meu pai; demos-lhe vinho a beber também esta noite; e então, entrando tu, deita-te com ele, para que conservemos a descendência de nosso pai.
Genesis 19:35 Tornaram, pois, a dar a seu pai vinho a beber também naquela noite; e, levantando-se a menor, deitou-se com ele; e não percebeu ele quando ela se deitou, nem quando se levantou.
Genesis 19:36 Assim as duas filhas de Ló conceberam de seu pai.
Genesis 19:37 A primogênita deu a luz a um filho, e chamou-lhe Moabe; este é o pai dos moabitas de hoje.
Genesis 19:38 A menor também deu à luz um filho, e chamou-lhe Ben-Ami; este é o pai dos amonitas de hoje.


ABUSO INFANTIL

Juízes:
30. Jetfé fez ao Senhor este voto:
31. Se me entregardes nas mãos os amonitas, aquele que sair das portas de minha casa ao meu encontro, quando eu voltar vitorioso dos filhos de Amon, será consagrado ao Senhor, e eu o oferecerei em holocausto.
32. Jefté marchou contra os amonitas, e o Senhor lhos entregou.
33. Ele os derrotou desde Aroer até as proximidades de Menit, e até Abel-Queramim, tomando-lhes vinte aldeias. E os amonitas, com este terrível golpe, foram humilhados perante Israel.
34. Ora, voltando Jefté para a sua casa em Masfa, eis que sua filha saiu-lhe ao encontro com tamborins e danças. Era a sua única filha, porque, afora ela, não tinha filho nem filha.
35. Quando a viu, rasgou as suas vestes: Ah, minha filha, exclamou ele, tu me acabrunhas de dor, e estás no número daqueles que causam a minha infelicidade! Fiz ao Senhor um voto que não posso revogar.
36. Meu pai, disse ela, se fizeste um voto ao Senhor, trata-me segundo o que prometeste, agora que o Senhor te vingou de teus inimigos, os amonitas.
37. E ajuntou: Concede-me somente isto: Deixa-me que vá sobre as colinas durante dois meses, para chorar a minha virgindade com as minhas amigas.
38. Vai, disse-lhe ele. E deu-lhe dois meses de liberdade. Ela foi com as suas companheiras, e chorou a sua virgindade sobre as colinas.
39. Passado o prazo, voltou para seu pai, e ele cumpriu o voto que tinha feito. Ela não tinha conhecido varão.
40. Daqui veio este costume, em Israel, que todos os anos as jovens israelitas reúnem-se para chorar durante quatro dias a filha de Jefté, o galaadita.


HOMOSSEXUALIDADE

Leviticus 18:22 Não te deitarás com um homem da mesma forma que te deitas com uma mulher. Porque isso é abominável.

Chelsea vence no Dragão


O FC Porto foi derrotado em casa pelo Chelsea por uma bola a zero, com um golo de Nicolas Anelka aos 69 minutos. Com esta vitória os ingleses garantiram o primeiro lugar do grupo D, enquanto os portistas terminam na segunda posição. No Chipre APOEL e Atlético de Madrid empatavam a uma bola (golo de Simão), e discutem na última jornada um lugar na Liga Europa. Os colchoneros partem em vantagem, uma vez que têm 3 pontos e recebem o FC Porto, enquanto o APOEL tem 2 e desloca-se a Londres para defrontar o Chelsea.

No Grupo A os franceses do Bordéus garantiram o primeiro lugar, a derrotarem a Juventus por duas bolas a zero, com golos de Fernando e Chamakh no primeiro tempo. O Bayern bateu em casao Maccabi Haifa com um golo solitário de Ivica Olic. O Bordéus tem 13 pontos, Juventus tem 8, Bayern 7 e Maccabi Haifa 7. Juventus e Bayern decidem em Turim quem acompanha os franceses nos oitavos-de-final da prova, bastando aos transalpinos um empate.

No Grupo B escândalo em Old Trafford, com uma equipa do Manchester United de segunda linha a perder para os turcos do Besiktas por uma bola a zero. O herói dos turcos foi o ex-sportinguista internacional chileno Rodrigo Tello. O CSKA Moscovo bateu em casa o Wolfsburgo por duas bolas a uma, e alcançou os campeões alemães no segundo lugar da classificação. Manchster United tem 10 pontos, mais três que CSKA e Wolfsburgo, e mais seis que Besiktas.

No Grupo C o Real Madrid isolou-se no comando, graças a uma vitória caseira por uma bola a zero com os suíços do Zurique. O único golo do encontro foi apontado por Higuain, e Cristiano Ronaldo regressou depois de dois meses de ausência, jogando os últimos 20 minutos. Em Milão o Marselha conseguia um importante empate, mas os franceses necessitam de bater o Real em casa por mais de três golos para garantir um lugar nos oitavos-de-final.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Dois aniversariantes



Ontem, o jornalista João Severino. Hoje, o magnata do jogo Stanley Ho. Dois aniversariantes que fizeram História em Macau, e a ela estarão sempre associados. Um grande bem haja para os dois, e tratem lá da saudinha!

Obrigado da parte que me toca


Edmund Ho deu hoje uma entrevista à Lusa onde fala de forma muito resumida dos últimos dez anos de governação da RAEM. Falou sobretudo de forma elogiosa de Portugal e da comunidade portuguesa, assegurando a sua importância para a realização do segundo sistema, bem como do território ser "ponte" dos contactos comerciais entre a China e os países africanos de expressão portuguesa. Fico sentido da parte que me toca, e nunca tive uma sombra de dúvida de que Edmund Ho é nosso amigo, e amante da diversidade cultural.

É preciso não esquecer que o pai de Edmund Ho foi o Comendador Ho Yin, maior líder da comunidade chinesa do pós-guerra no território, que cultivava com o regime colonial português uma rivalidade feroz mas desportiva. Ho Yin terá dado a Edmund Ho a liberdade de escolher, e o ainda Chefe do Executivo escolheu a via do diálogo, da compreensão e da amizade. Nunca vi Edmund Ho dizer que a culpa disto e daquilo em Macau é da anterior administração. Nunca o ouvi dizer que a língua portuguesa é um "obstáculo" a esta ou aquela realização da RAEM. Nunca o vi virar as costas à nossa comunidade ou não aparecer ou ser representado nos nossos maiores eventos.

Há quem acuse Edmund Ho e o seu executivo de ajudar estes e aqueles, mas é preciso não esquecer que o Governo nunca se absteve de ajudar as instituições portuguesas nas horas de maior apuro. Mesmo a negociata do terreno da Escola Portuguesa, que ainda ninguém esclareceu, o problema foi resolvido com calma, sabedoria, e sem necessidade de recorrer a violências como se alguns ocupantes ilegais de barracas fossemos. Se há alguém que não tem razões de queixa da governação de Edmund Ho, é a comunidade portuguesa.

É claro que Macau não é só a comunidade portuguesa, aliás, 99% da população não é ou não se sente "comunidade portuguesa". Não vou julgar o desempenho de Edmund Ho em questões que dizem respeito à qualidade de vida da maioria da população, porque o meu julgamento está obstruído pelo sentimento de gratidão que tenho (e devíamos todos ter) com ele. Não vou exagerar afirmando que o CE é ou foi um príncipe perfeito, ou questionar a capacidade de julgamento de quem não se rende incondicionalmente às suas capacidades, como fazem alguns. Não me vou armar em personalidade importante que quer manifestar publicamente o seu agrado dando um "10" à governação do CE, ou manifestando o seu desagrado dando-lhe um "3". Que infantilidade tão grande.

Os resultados são discutíveis, mas não é difícil vaticinar que são sem dúvida positivos. Os números falam por si, toda a gente tem emprego, imenso dinheiro para gastar (mas por alguma razão não gasta), quem não tem casa "está a tratar-se do problema, e as conturbações do 1/5/2007 são uma memória distante. Existe uma esperança que a continuidade implementada no novo Executivo seja pelo menos mais sensível aos problemas que não estão resolvidos (saúde, diversificação da economia, alguns aspectos da segurança), e que continue aquilo que tem sido feito de bom.

PS: Hoje foi mesmo um daqueles dias cansativos em que não há vontade nenhuma de pegar no blogue. Fiquem atentos amanhã.

Barça vence Inter, Liverpool eliminado


O Barcelona bateu ontem o Inter de Milão por duas bolas a zero, com os golos a serem obtidos na primeira parte por Piqué e Pedro Rodríguez. O Rubin Kazan não aproveitou o factor casa, e emapatou a zero com o Dinamo Kiev. O Barcelona lidera o grupo F com 8 pontos, mais dois que Inter e Rubin Kazan, e mais três que o Dinamo. O Inter é obrigado a bater em casa o Rubin para se qualificar, enquanto ao Bracelona basta um empate em Kiev para garantir uma passagem segura aos oitavos-de-final.

No Grupo E o Liverpool viu-se afastado da Liga dos Campeões, obstante da vitória na Hungria frente ao Debrecen por uma bola a zero (Ngog). Isto porque a Fiorentina batia em casa o Lyon pelo mesmo resultado, com um golo marcado por Vargas, de grande penalidade. Fiorentina tem 12 pontos, Lyon tem 10 e Liverpool tem 7. Os franceses têm vantagem no confronto directo com os ingleses, daí que o encontro entre o Lyon e a Fiorentina na próxima jornada decide apenas o primeiro lugar.

No Grupo G meia-surpresa com a vitória do Unirea Urziceni frente ao Sevilla, com um golo solitário apontado pelo defesa sérvio Dragutinovic (o tal que se "pegou" com Scolari), na própria baliza. Os romenos estão longe de garantir a qualificação, uma vez que se deslocam a Estugarda na última jornada e estão proibidos de perder. Os alemães foram à Escócia bater o Rangers por duas bolas a zero, com golos de Rudy e Kuzmanovic, logo no primeiro tempo. Sevilha tem 10 pontos, Unirea 8, Estugarda 6 e Rangers com dois pontos apenas.

Finalmente no Grupo H o Arsenal garantiu a qualificação e a vitória no grupo, ao bater em casa o Standard Liege por 2-0, com golos de Denilson e Nasri. O AZ Alkmaar e o Olympiakos empatavam a zero. Arsenal tem 13 pontos, Olympiakos 7, Standard 4 e AZ 3 pontos. Ao Olympiakos basta um empate em casa com o Arsenal, enquanto Standard ainda tem hipóteses, caso derrotem em casa o AZ e os gregos sejam derrotados pelos ingleses.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Renovação em stand-by


O futuro Chefe do Executivo Fernando Chui Sai On apresentou hoje a equipa que vai gerir os próximos cinco anos da RAEM. Poucas novidades, com a entrada de Cheong U, ex-comissário do CCAC para o cargo anteriormente ocupado por Chui, a secretaria para os assuntos sociais e cultura, o juíz desembargador Vasco Fong para o CCAC, e Ho Veng On, ex-chefe de gabinete de Edmund Ho para o Comissariado de Auditoria. Fátima Choi, até aqui detentora do cargo de auditora, deixa o cargo, e levanta especulações sobre a razão da sua saída.

A tão falada renovação da equipa que dirigiu os destinos da RAEM fica assim adiada. Desconhece-se se Chui Sai On vai resistir à mudança, e manter a mesma equipa durante os próximos cinco anos, mas vaticina-se que a renovação vá ser feita gradualmente. Entrarão caras novas sim, e muito provavelmente algumas das actuais secretarias serão mesmo desdobradas em mais, mas uma "vassourada" neste momento seria entendida como uma reacção ao caso Ao Man Long, que como se sabe, deixou o executivo à beira de um ataque de nervos.

A secretaria que será ocupada a partir do dia 20 por Cheong U será dividida em duas, e o actual director dos serviços de saúde, Lei Chin Ion, é o mais forte candidato a ocupar a pasta da saúde, uma das mais problemáticas nestes últimos 10 anos. Também a administração e justiça se deverão separar, ficando a justiça muito provavelmente a cargo do actual director da direcção dos assuntos de justiça, André Cheong. Muitos especulavam que isto viria a acontecer já em Dezembro, mas deverá realizar-se nos próprios dois anos. O próprio Chui Sai On deve reconhecer isto como uma inevitabilidade.

Quanto aos secretários que se mantêm no cargo - Florinda Chan, Cheong Kuoc Vá, Francis Tam e Lau Si Io - não se prevê que fiquem além dos cinco anos do mandato de Chui Sai On. Alguns deles terão mesmo o tempo suficiente para requerer a aposentação, e 20 anos no mesmo cargo é mesmo muito tempo. Por enquanto têm a enorme vantagem da experiência adquirida na última década para continuar a debelar os problemas das suas pastas. O caso de Lau Si Io será talvez uma excepção, uma vez que o engenheiro que substituíu Ao Man Long em 2007 poderá manter-se mais tempo no cargo.

A saída de Fátima Choi do Comissariado de Auditoria está envolta em polémica. Fátima Choi, funcionária do quadro da direcção de estatística e censos, terá desempenhado as funções de auditoria nos últimos dez anos com competência e alguma discrição, mas torna-se de repente no "elo mais fraco" do executivo. Há quem relacione a saída de Fátima Choi com o caso da auditoria aos Jogos da Ásia Oriental, ou ainda ao recente caso da direcção de serviços de finanças, que envolveu a directora em funções, um ex-director, e um jurista daqueles serviços. Personalidades do Direito do território criticaram a forma como o Comissariado de Auditoria lidou com a situação. Certamente um caso que ainda vai fazer correr muita tinta.

Quanto aos restantes cargos públicos de nomeada, mantêm-se os mesmos no cargo. José Proença Branco continua à frente dos Serviços de Polícia Unitários, Choi Lai Hang continua nos Serviços de Alfândega e Ho Chio Meng continua no cargo de procurador-geral da RAEM. Saida tudo aqui na reportagem da TDM.

Morreu Samak Sundaravej


Morreu o ex-primeiro ministro tailandês Samak Sundaravej, eleito em 2007 depois do golpe militar que derrubou Thaksin Shinawatra. Samak, que acumulou o cargo com a pasta de ministro da defesa, era um conhecido chefe de cozinha que manteve um programa de televisão mesmo depois da sua eleição, o que levou o parlamento tailandês a decretar a inconstitucionalidade da situação, e que o levaria a ser substituído temporariamente por Somchai Wongsawat. Faleceu hoje em Bangkok aos 74 anos, de doença prolongada.

Amigo indigesto


O presidente Lula da Silva recebeu o seu homólogo iraniano Achmedinedjad, com resultados hilariantes. Mais uma criativa charge de Fernando Maurício do seu Charges Brasil.

Adulto sofre


Imagens impressionantes que chegam da Malásia. Dezenas de jovens muçulmanos executam um ritual de passagem para a vida adulta que inclui circumsisões, sem anestesia. Uma reportagem da Reuters.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Um olhar sobre o Festival de Gastronomia


O "bazaar" de Taiwan. Assim mesmo, com dois 'a', para dar ênfase.


Já diz o ditado popular: "nem tudo o que reluz é ouro". Apesar da enorme fila, que faz com que estes jovens fiquem ali a secar ao frio, ali não se dá nada.


Sem dúvida que a Coca-Cola "refresca melhor". Mas o que eu queria mesmo era um cacau quentinho. Só que não havia...


O "Penang Malaysia nisht market". Procurei no meu dicionário de alemão o significado da palavra "nisht", mas não encontrei nada. Alguém ajuda?


A malta da Malásia a preparar uma espécie de crepe de ovo, alface e soja. Juntamente com os crepes chineses, uma das melhores coisas que provei nesta noite.


O Penang kebab tinha óptimo aspecto e cheirava muito bem. Estranhamente não havia fila. Razão? Quinze patacas cada um. O consumidor de Macau é atento, inteligente, e principalmente forreta.


As massas à moda de Hokkien, muito requisitadas. Massas amarelas com camarão, ovo e carne de porco. Aceitável, pela módica quantia de 20 patacas.


O célebre Laksa, um dos meus pratos asiáticos preferidos. Para que continue a ser assim, dispensei a oferta em tigela de esferovite.


Não faltou a comida japonesa, para quem não se importa de comer sushi e sashimi de pé e ao relento. Reparem no detalhe do lutador de Sumo em cima da barraca.


Os rapazes do restaurane Kruatheque ocupados com a confecção da deliciosa comida tailandesa. Quem queira mesmo provar o melhor que conseguem fazer, nada como uma visita ao próprio restaurante, ali na Rua Henrique de Macedo, entre o jardim Vasco da Gama e o Mercado Municipal.


O Café Ou Mun não se pode queixar do negócio. Como as imagens comprovam, as ribatejanas tigeladas continuam a ser um sucesso, à semelhança dos anos anteriores.


O tal palco improvisado, onde uma banda filipina decalcava êxitos dos anos 70 e 80. Não preciso dizer quais, toda a gente sabe quais são.


Aqui está uma imagem curiosa: um grupo de pessoas que nunca viu pipocas.


No piso inferior do recinto onde se realiza o Festival, nada de novo. Magotes de gente, gente e mais gente. Nem os lugares sentados perto da casa-de-banho eram menos concorridos.


Um dos tais jogos em que se ganha bonecada de peluche. A que sobra vai para o lixo. Em alguns destes jogos é praticamente impossível ganhar, o que é bom para o negócio.


Ca-ca-carrinhos de cho-cho-choque. Desculpem lá a gaguez. Foi do choque. Estes carrinhos de choqe são do mais lamechas que há, sempre com medo de magoar as criancinhas. Precisam de trazer alguma daquela malta da pesada das feiras lá em Portugal.


Alice no país das maravilhas. Crianças divertem-se num carrossel em forma de um bule de café. Faltou o chapeleiro maluco.


E depois de comer, nada como uma voltinha com os golfinhos, para cima e para baixo. Ajuda a fazer a digestão.

Espero que tenham gostado da visita.

Chegaram as vacinas


Já chegou a Macau o primeiro lote de vacinas da Gripe A, e a vacinação começou esta manhã. A administração das primeiras 200 mil doses é prioritária para o pessoal de saúde, elementos do corpo de bombeiros e outro pessoal de prestação de serviços fundamentais, portadores de doenças crónicas, grávidas, bebés e alunos de escolas primárias e secundárias. As restantes 700 mil doses, que estarão ao dispor do resto da população que a queira tomar, chegará apenas em Janeiro. De acordo com os Serviços de Saúde, a vacina é segura, sendo que não é recomendada apenas pessoas com certos tipos de alergias e bebés com idade inferior a seis meses. As mulheres grávidas devem ser vacinadas, uma vez que os riscos de contrair a Gripe A são maiores do que eventuais efeitos da vacina. Se pertence a um dos grupos prioritários, vacine-se já, e ignore toda a informação e contra-informação que tem andado por aí a circular, normalmente veiculada por gente que não tem mais que fazer. Com a saúde não se brinca.

PS: No seu editorial de hoje, o director do JTM José Rocha Dinis defende que os jornalistas "são um grupo de risco" por "estarem na primeira linha" dos contactos directos com a população. Com todo o respeito pelo sr. director do JTM em particular e pelos jornalistas em geral, mas por essa lógica toda a gente que não passa o dia trancada em casa é "grupo de risco".

Pagaram-se luvas


A icónica luva de brilhantes usada por Michael Jackson nos últimos 25 anos foi leiloada em Nova Iorque, e arrebatada por 350 mil dólares (2,8 milhões de patacas), e com impostos e não sei que mais ficou por mais de 400 mil notas. A base de licitação da luva eram 10 mil dólares, mas o valor das ofertas disparou logo nos primeiros minutos. O felizardo (?) comprador é nem mais nem menos que o milionário de Hong Kong Hoffman Ma, um dos investidores do projecto Ponte 16, da SJM, em Macau. Isto significa que vamos ter em breve a oportunidade de ver no território a luva que o rei da pop usou pela primeira vez em 1983, ao fazer ao sua famosa "Moonwalk" durante o concerto do 25º aniversário da Motown. Ambrose So, director da SJM, já confirmou que a luva será exibida num "restaurante especializado".

O que há num nome?


Cada vez mais chineses do continente a viver em Hong Kong estão a mudar a romanização do seu nome para evitar descriminação. Os chineses estão a mudar os nomes para soarem mais "à Hong Kong", e assim verem facilitada a vida naquela cidade cosmopolita no sul de Cantão. Por exemplo aqueles que têm o apelido Zhu estão a mudá-lo para "Chu", e os de apelido Zhang estão a mudar para "Tsang". Os que têm apenas dois nomes (apelido e nome próprio), acrescentam mais um, de modo a parecer que nasceram ou cresceram em Hong Kong. A romanização dos nomes depende do som com que se pronunciam os caracteres chineses, em Mandarim no continente, e em cantonense em Hong Kong e Macau. Estatísticas do departamento de imigração da RAEHK mostram que este ano foram feitos 105 pedidos de mudança de nome, mais do que nos últimos quatro anos. Durante vários anos, os chineses do continente são frequentemente descriminados e ridicularizados em Hong Kong. Os honconguenses consideram-se mais educados e civilizados que os seus compatriotas da China continental.

Aqui há gato


Ainda no futebol, e noutras paragens. Na Croácia durante o jogo entre o Sibenik e o Medjimurje Cakovec, da primeira divisão, o guardião da equipa da casa Ivan Banovic viu um cartão amarelo por ter ajudado um gatinho. O felino apareceu em frente à baliza durante a partida, e o guardião do Sibenik pegou no animal, e levou-o até uma zona segura, perto do marcador. O árbitro, que se calhar não gosta de gatos, admolestou o jogador com um carto amarelo por ter saído do terreno de jogo sem autorização. Os adeptos do Sibenik, pessoas conscientes e defensoras dos direitos dos animais, restribuíram com vaias e insultos ao homem do apito. O Sibenik viria a vencer o jogo por uma bola a zero.

Benfica cai na Taça


O Benfica perdeu ontem na Luz frente ao V. Guimarães, em jogo da 4ª eliminatória da Taça de Portugal. O golo foi apontado pelo central brasileiro Gustavo Lazaretti, mas o herói do jogo foi o guardião Nilsson, que defendeu tudo o que havia para defender. Esta é a primeira derrota dos encarnados em casa, que se vêem assim afastados de um dos objectivos da temporada, segundo o treinador Jorge Jesus. No outro encontro entre primodivisionários, o Braga bateu facilmente o V. Setúbal por três bolas a zero.

O Sporting venceu no Restelo os Pescadores da Costa da Caparica por quatro bolas a uma, mas não se livrou de um susto. A equipa da terceira divisão chegou ao intervalo em vantagem, graças a um golo de Tozé, mas o Sporting fez a reviravolta no segundo tempo, com golos apontados por Miguel Veloso (dois), João Moutinho (penalty) e Liedson. No outro encontro entre equipas da III divisão e da Liga Sagres, o Belenenses foi vencer o Valenciano por uma bola a zero. Os dirigentes da equipa de Valença do Minho demitiram-se em massa depois do jogo.

Uma jornada com vários tomba-gigantes, com destaque para os Aliados do Lordelo, da II "B", que bateram o Leixões por uma bola a zero. O treinador dos leixonenses José Mota é bastante contestado, pois a juntar a esta eliminação, a equipa matosinhense ocupa o penúltimo lugar na Liga Sagres. Em Coimbra a Académica perdeu nas grandes penalidades frente ao Beira Mar, da Liga Vitalis, depois de um empate a uma bola após prolongamento. Em Freamunde a equipa da casa bateu o U. Leiria também no desempate por pontapés da marca de 11 metros, depois de um empate a dois golos após 120 minutos.

O P. Ferreira e Nacional tiveram mais sorte nos penalties. Os pacenses ficaram em branco na deslocação ao reduto do Tirsense, e foram precisos 22 pontapés para se decidir o vencedor. Os madeirenses receberam o Fátima e levaram a melhor na lotaria dos penalties, depois de ambas as equipas terem passado duas horas sem marcar qualquer golo. A Naval precisou de prolongamento para vencer o Gil Vicente; os "galos" estiveram a vencer por dois golos, mas permitiram a recuperação dos figueirense, que venceram por três bolas a duas. O Rio Ave recebeu e venceu o Santa Clara por uma bola a zero.

Noutros jogos destaque para oo insólito do Mafra-U. Madeira. Os locais jogaram sobre protesto pelo jogo não ter sido adiado, devido à infecção de vários jogadores do seu plantel pela gripe A, e iniciaram o jogo de máscara. Mesmo assim bateram os madeirenses nos penalties, depois de um empate a uma bola após prolongamento. Em Trás-os-Montes Chaves bateu o Vigor Mocidade por duas bolas a zero, e o Pinhalnovense venceu em Oeiras por duas bolas a uma. Com estes resultados a Taça de Portugal fica sem equipas da III Divisão em prova.

O massacre de White Hart Lane


O Tottenham goleou ontem o Wigan por nove bolas a uma (9-1) em mais uma jornada da Premier League inglesa. Um resultado que já não se usa, e fez história, uma vez que é a maior goleada de sempre dos Spurs no escalão principal inglês. A última vez que uma equipa tinha marcado nove golos num só jogo na Premier League foi em Março de 1995, quando o Manchester United esmagou o Ipswich Town por 9-0. Jermaine Defoe foi a figura da partida ao apontar cinco golos, e lidera já a lista dos melhores marcadores com 11 golos, mais um que Fernando Torres, e mais dois que Didier Drogba. Os Spurs alcançaram o Arsenal no terceiro lugar da classificação com 25 pontos, se bem que os "gunners" têm menos um jogo realizado.

S. Paulo perde, Flamengo não aproveita


O líder S. Paulo perdeu por três bolas a duas no reduto do aflito Botafogo, e o Flamengo no aproveitou para se isolar no comando do Brasileirão, tendo empatado a zero em casa frente ao Goiás. Quando tudo indicava que o Palmeiras se tinha despedido do título depois da derrota em Porto Alegre frente ao Grêmio por 0-2 na última quinta-feira, o "verdão" ainda se encontra em terceiro lugar a três pontos do líder S. Paulo e a dois do Flamengo, quando faltam realizar duas jornadas. O Inter venceu em Minas o Atlético local, e colou-se ao terceiro lugar com os mesmos pontos que os palmeiristas. Na luta por um lugar na Taça dos Libertadores, o Cruzeiro não aproveitou a derrota dos mineiros, e não foi além de um empate a uma bola no terreno do aflito Atlético Paranaense. Por falar em aflitos, tanto Botafogo como Fluminense (3-0 no Recife ao Sport) venceram, e deixaram o Coritiba, que foi goleado em Santos por quatro golos sem resposta, com a corda na garganta. De nada adiantaram as vitórias de Santo André (4-2 em casa frente ao Avaí) e do Naútico (3-2 fora frente ao Corinthians), visto que estes dois clubes já fizeram companhia ao Sport na descida à Série B. S. Paulo lidera com 62 pontos, Flamengo tem 61, Inter PA e Palmeiras 59, Cruzeiro e Atl. Mineiro 56. Mais em baixo, Vitória tem 47 pontos, Coritiba, Atlético-PR e Botafogo têm 44, e Fluminense, que está abaixo da linha de água, tem 42.

domingo, 22 de novembro de 2009

Tarquini e Mortara vencedores na Guia


Terminou a 56ª edição do GP de Macau, uma das mais acidentadas de sempre. Isto vale por dizer que na maioria das corridas corre-se uma volta, toda a gente se espeta, e lá fica tudo meia hora à espera que se retirem os carros da pista. André Couto mais uma vez "teve azar", e este ano para dar mais espectacularidade ao evento espetou-se na curva dos Pescadores, e aí acabou a corrida de WTC. Corrida essa ganha pelo brasileiro Augusto Farfus, mas foi o italiano Gabrielle Tarquini - um habitué das andanças por Macau - que conquistou o título mundial de carros de turismo, ao volante de um Seat. Na Fórmula 3 o vencedor foi o italiano Edoardo Mortara, 22 anos, que correu pela terceira vez na Guia, seguido de Jean Karl Vernay e Sam Bird. Saiba tudo aqui e aqui, na reportagem da TDM. De acordo com a organização, cerca de 58 mil pessoas assistiram ao GP de Macau.

Fui ao Festival. E que tal?


Hoje tive finalmente a oportunidade de visitar o Festival de Gastronomia, que se realiza entre 13 e 27 deste mês junto à Torre de Macau, e vai este ano na 9ª edição. Gostava de poder dizer que gostei, que me diverti, que comi bem, mas a consciência impede-me de fazê-lo. Na verdade o Festival está cada vez mais concorrido, o que seria boa notícia, caso houvesse capacidade para meter lá tanta gente.

O Festival de Gastronomia está a tornar-se uma espécie de piquenique no Parque de Hac-Sá: as famílias mandam lá um ou dois elementos da sua família à frente horas antes da abertura da feira, e ocupam a mesa a noite toda. Em alguns casos os elementos da família revesam-se: quando chegam alguns, vão-se embora os outros. Nem a abertura da parte inferior do pavilhão onde se realiza o evento – perto das casas-de-banho – melhorou a situação. Quanto mais mesas e bancos, mais pessoas se sentam ainda mais tempo. Quem insiste mesmo assim em comer ali, procura sentar-se junto das escadas, ou come de pé. Sinceramente não percebo o gozo de se comer um min ou uma caixa de arroz de pé.

Quanto ao Festival propriamente dito, este ano repetiu-se o bazar de Taiwan, com a novidade de conviver lado a lado com um bazar da região de Penang, da Malásia. Mais uma vez o Festival fica a perder em qualidade. Falta o encanto dos últimos anos, trazido pelas províncias chinesas de Xinjiang, Sichuan ou Hainan, entre outras, que não foram mais uma vez convidadas. E isso fez-se sentir no palco improvisado onde se realizam espectáculos. Em vez de artistas dessas províncias, temos uma banda filipina qualquer a decalcar aqueles êxitos que se ouvem tantas vezes nos bares dos hotéis mais chungosos. Com a vontade que há em correr com os trabalhadores não-residentes, qualquer dia vamos ter no palco...ar. Ar de Macau, não gostam?

Quanto aos feirantes locais, o Fernando do Ou Mun continua a vender muitas tigeladas e pães com chouriço, a Aruna também está lá com a sua comida indiana, e o resto varia entre o arroz frito com dentes, os dumplings e as massas deprimidas. Não consigo compreender como é que há pessoas que se sujeitam a comprar algo que podem comer no restaurante propriamente dito, mais bem preparado, mais bem servido, e sobretudo mais barato. Gostei da tal comida de Penang, mas como tive que levar para casa, chegou tudo mole, frio e sem graça nenhuma. Amanhã publico as fotografias.

Diplomatas contrabandistas


A polícia sueca deteve dois diplomatas norte-coreanos acusados de contrabandear 230 mil cigarros para a Suécia. Os diplomatas, um homem e uma mulher, levavam os cigarros da Rússia até Helsínquia, na Finlândia, e foram apanhados na fronteira sueca com os cigarros na bagageira do carro. Os norte-coreanos alegaram "imunidade diplomática" para evitar a detenção, mas estão apenas acreditados na Rússia. A Suécia é um dos sete países que tem embaixada em Pyongyang, sendo os outros a Suíça, o Nepal, a China, a Rússia, o Líbano e a Ucrânia. Um oficial da embaixada norte-coreana em Estocolmo diz "desconhecer o caso".

O talibã português


Paulo José de Almeida Santos, ou Abdullah Yusuf, é um português nascido em Moçambique que se converteu a Islão. Conheceu Bin Laden, foi membro da Al-Qaeda, e em 1991 tentou matar o rei do Afeganistão, exilado em Itália. Foi condenado a dez anos de prisão, tendo cumprido oito. Vive actualmente na Etiópia. Esteve em Portugal no início do mês, convidado por José Rodrigues dos Santos para apresentar o seu novo livro, "Fúria Divina". O "talibã português", como é conhecido, concedeu uma entrevista ao Expresso, onde fala de si, da situação política actual, e do Islão, a que se orgulha de pertencer. No entanto diz "não se identificar mais com a Al-Qaeda ou as ideias de Bin Laden". Pode ler aqui uma parte da entrevista.

Sarkozy Simpson


O presidente francês Nicolas Sarkozy e a primeira dama francesa Carla Bruni fizeram uma aparição na série da FOX "The Simpsons", no episódio do último Domingo intitulado "The Devil Wears Nada". Neste episódio Homer Simpson viaja até Paris para atender a uma convenção sobre energia nuclear com o seu novo supervisor, Carl, que tenta seduzir Bruni. A aparição de Sarkozy nos Simpsons acontece numa altura em que a série completa os 20 anos de exibição em França.